Será que poderemos visitar Kalos em Pokémon Sun & Pokémon Moon?

No dia 26 de Fevereiro de 2016, foi anunciado o lançamento de dois novos jogos de pokémon, Pokémon Sun & Pokémon Moon, como maneira de comemorar os vinte anos da franquia, e eu, assim como a maioria dos fãs de pokémon, fiquei bem empolgado com a possibilidade de um novo jogo. Porém também fiquei surpreso, pois eu, assim como muitos fãs de pokémon, achei que o próximo jogo seria uma terceira versão para a sexta geração, provavelmente intitulado Pokémon Z. E essa notícia, embora boa, meio que quebrou minhas pernas quanto a essa esperança.

Sun&Moon

Não é a primeira vez que a tradição de lançar uma terceira versão dos dois primeiros jogos da geração é quebrada. Na quinta geração, após o lançamento de Pokémon Black & Pokémon White, nós achávamos que eventualmente sairia o jogo Pokémon Gray, mas ao invés disso o que saiu foi uma outra dupla de jogos Pokémon Black 2 & Pokémon White 2, onde podíamos explorar a região de Unova novamente, porém algum tempo após a história dos dois primeiros jogos. Porém isso é totalmente diferente da ausência de Pokémon Z, pois sem Pokémon Z, a sexta geração será a única a não ter nenhum jogo extra para se explorar a região de Kalos.

E isso é um problema, pois os jogos originais da sexta geração, Pokémon X e Pokémon Y deixam um grande número de pontas soltas que eu esperava que fossem exploradas num potencial terceiro jogo.

Sendo a maior delas o Zygarde.

Zygarde
Um dos lendários mais ignoráveis de todos os jogos.

Vamos lá: desde a terceira geração de Pokémon, se tornou uma tradição colocar três pokémons lendários relacionados entre si e conectados com a trama central do jogo, como os mascotes dos jogos. Na primeira geração tínhamos um trio de pássaros lendários, mas os mascotes dos jogos foram os pokémons iniciais: Charizard, Blastoise, Venussaur (na versão japonesa) e Pikachu.

1stGen
Os únicos a ter iniciais como mascotes, e não os lendários

Já na segunda geração, tivemos a dupla de pássaros lendários: Ho-oh e Lugia como os mascotes, com o terceiro jogo tendo o Suicune como mascote, mesmo o Suicune tendo muito pouco a ver com os dois pássaros.

2ndGen
Um desses três não tem nada a ver com os outros…. o curioso é que o Suicune faz parte de um trio que tem relação com o Ho-Oh, mas não com o Lugia.

Mas aí veio a terceira geração começou a tradição, com a história girando em torno do conflito eterno entre os pokémons lendários Groundon e Kyogre, mas após isso sendo lançada uma terceira versão, que gira em torno de Rayquaza. O pokémon lendário que é o único que pode encerrar o conflito entre Groundon e Kyogre.

3rdGen

Na quarta geração, tínhamos os pokémons lendários, Dialga e Palkia como mascotes. Dois pokémons lendários capazes de controlar o tempo e o espaço, respectivamente, que foram dois dos três primeiros pokémons criados por Arceus, logo após esse criar o universo. O terceiro pokémon criado por Arceus, foi Giratina, que comanda o Mundo da Distorção e que é o marcote da terceira versão dessa geração.

4thGen14thGen2

Aí veio a quinta geração, que como eu disse, veio para quebrar a regra de terceiras versões. Como ela lidou? Nos dois jogos originais tínhamos esses dois pokémons lendários, Zekrom e Reshiram, que simbolizavam o ying e o yang. E tinhamos esse pokémon lendário chamado Kyurem que simbolizava o conceito do wuji que seria a ausência de ying e yang. E ele não fazia muita coisa nos dois primeiros jogos, por isso todos esperávamos que ele fosse ser importante em um suposto Pokémon Gray.

5thGen1

Mas ao invés disso veio Pokémon Black 2 e Pokémon White 2, onde os dois jogos se focavam em Kyurem, uma vez que a gimmick do Kyurem era justamente usar um item chamado DNA Splicer, para fundir ele com um dos pokémons anteriores, e preencher o wuji com ying ou com yang. Então em um dos novos jogos você poderia fundir Kyurem com Zekrom e no outro jogo você poderia fundir Kyurem com Reshiram.

5thGen2

Em resumo, em vez de criar um jogo novo para explorar o terceiro pokémon lendário, criaram dois, e Kyurem foi mascote das duas versões.

E aí veio a sexta geração, com Pokémon X & Pokémon Y. E com seus pokémons lendários como mascotes, Xerneas e Yveltal, representando respectivamente a vida e a morte, e em uma antítese eterna. E com um terceiro pokémon lendário chamado Zygarde, que pode ser a chave para encerrar uma batalha entre os dois.

6thGen

A conexão de Zygarde com os outros dois pokémons não só é ligada pela menção de que Zygarde pode ser a chave para encerrar o conflito entre os dois mascotes, como também os três foram pokémons inspirados na mitologia nórdica, sendo que cada um representa um dos três animais que protegem Yggdrasil, a árvore gigante dessa mitologia. Yveltal seria a ave que protege a parte de cima da árvore, Xerneas seria o cerdo que protege o solo da árvore e Zygarde a serpente que protege o subsolo da árvore.

Yggdrasil
Fanart feita por Vampire-L

Ou seja, não existe a chance dos três não estarem conectados. Porém a verdade é que jogando Pokémon X e Pokémon Y, notamos que Zygarde não era lá grandes coisas, e se tornou um dos pokémons lendários mais ignorados, não tinha muita graça, nenhum lore legal sobre ele dentro do jogo e não era notável competitivamente, então foda-se ele, certo? Bem, por isso que todos esperavam que existisse um Pokémon Z que focasse mais nele, conforme dita a tradição, certo?

PokemonZ
Seria louco.

Então no dia 12 de Setembro de 2015, a revista japonesa CoroCoro, que é quem divulga oficialmente pela primeira vez os novos pokémons e os spoilers dos futuros jogos desde que eu acompanho spoilers dos futuros jogos, lançou notícia de que o Zygarde na verdade tinha toda uma jogabilidade foda que não fazemos uso nos jogos Pokémon X & Pokémon Y, mesmo sendo capazes de capturá-lo nesses jogos, mas que existe. E é o fato de que o Zygarde é um ser feito de células. Ok, todos nós somos, mas o Zygarde teve todas suas células espalhadas pela região de Kalos, e ele tem várias formas dependendo de quantas células do corpo ele recolheu.

ZygardeForms

A ideia é que o jogador então pudesse durante a sua jornada ir encontrando diversas células do Zygarde espalhada por toda a região de Kalos e ver elas irem aos poucos se juntando, se encontrando com as suas formas intermediarias, até finalmente encontrá-lo na forma em que encontramos nos jogos Pokémon X & Pokémon Y, que é sua forma com 50% das células. Porém só com 100% das células que ele pode superar Xerneas e Yveltal. Como ele atinge essa forma? É um mistério….

…mas é um mistério que eu acredito que o youtuber que eu acompanho Dookieshed tenha matado a charada, ele absorve Xerneas e Yveltal, tal qual Cell absorve os androides 17 e 18, pois o conceito do Zygarde é obviamente muito parecido com o do Cell de Dragon Ball Z, e a homenagem está clara. Muita gente já pensou nisso, e é aí que eu faço minhas apostas.

Pois bem, e ficamos 5 meses matutando a epicidade dessa informação, só esperando chegar o Pokémon Z para finalmente podermos jogar um jogo que dá esse foco foda no Zygarde que é um pokémon foda. Mas aí somos notificados de que a sexta geração já acabou e não vai ter o jogo Pokémon Z, ou seja, toda essa informação que eles passaram sobre o Zygarde vai ser exclusiva da nova fase do anime de Pokémon (intitulada Pokémon X, Y & Z), e os próximos jogos vão ser uma nova geração.

E não posso dizer o número de pessoas que estavam hypeadas pelo Zygarde, mas posso falar por mim, pois eu estava muito hypeado. Foi o fim do romance. Talvez por que como já deve ter dado pra notar no Blog eu sou muito fã de Dragon Ball Z, e particularmente acredito que o arco do Cell é o melhor dos arcos, então eu queria ver um pokémon que fosse uma clara homenagem ao Cell.

Mas essa não é a única ponta solta que me frustra na ausência de um suposto Pokémon Z. Na rota 13 de Kalos, existe um grande número de portas ligadas a rede elétrica do continente, onde nós não podemos entrar, e muitos fãs ficaram muito intrigados quanto a como seria possível entrar, se algum pokémon de evento fosse a chave para essa região aleatória do mapa ganhar algum significado.

powerplant
Malditas portas que não abrem.

Enfim, essas pendências me faziam crer veemente que Pokémon X & Y não seria o último jogo a se passar em Kalos. E agora com o anúncio de Pokémon Sun & Moon anunciando uma nova geração, muitos fãs jogaram a toalha, mas eu não joguei. Eu acredito que nesses novos jogos, será possível visitar o continente de Kalos, após você acabar o a história principal no continente principal.

Mas vamos por parte. Antes de estabelecer porque será possível sair do continente dos próximos jogos para poder explorar Kalos, precisaremos estabelecer em que continente se passará os próximos jogos.

Ainda não divulgaram em que continente se passarão os próximos jogos, mas o trailer permitiu aos fãs da internet recolher e superanalisar evidência o suficiente para blogueiros poderem divulgar sem medo de errar que a próxima região será inspirada no Havaí, da mesma maneira que Kalos foi inspirado na França, e que Unova foi inspirado em Manhattan.

Hawaii
Ah, o Havaí.

E essa informação faz uma ponte muito interessante com Kalos, que é a ponte do Souvenir Estranho que recebemos de um turista em Pokémon X & Pokémon Y.

Turista

Strange Souvenir é o nome do item que é possível de se obter em Pokémon X e Pokémon Y, os jogos da sexta geração. Para obter esse item, é preciso falar com um mochileiro, em um dos 6 hotéis que ficam espalhados pela região de Kalos. Cada dia ela aparece em um hotel diferente e é necessário encontrá-lo em um desses hoteis. Se encontrá-lo por 4 dias seguidos, ele vai te dar o Strange Souvenir, um item que não faz porra nenhuma. Absolutamente nada. 100% inútil. O que é bizarro visto que é um item que demanda um trabalho de quatro dias para se conseguir.

StrangeSouvenir

Na descrição do item, fala que ele é um objeto muito importante em uma região longe de Kalos. Sugerindo um continente que ainda não conhecemos. E então vemos sua imagem e podemos ver que o Strange Souvenir é claramente um tiki do Havaí.

Tiki

Bom, ele é inútil em Kalos, mas será que é possível que um item havaiano vá ter alguma utilidade no jogo que se passará em uma região inspirada do Havaí? Isso é possível. E caso seja possível, significaria que os desenvolvedores do jogo já poderiam ter alguma ideia de que o próximo jogo se passaria em um lugar em moldes havaianos, para já deixar essa ponta esperando pra ser conectada.

Claro, isso é tudo teoria. Mas não é a única conexão que eu vejo.

Tem esse Pokémon chamado Volcanion.

Volcanion

Quando saiu Pokémon X & Pokémon Y, as novas adições do jogo à pokédex, totalizavam 718 pokémons. Porém em menos de um mês, o pessoal que tenta quebrar o jogo percebeu que na verdade, existiam 721 pokémons. Pois nos dados do jogo tinham programados os pokémons Diancie, Hoopa e Volcanion, embora não fosse possível capturá-los em lugar nenhum do jogo. Até aí nada demais, todo mundo logo viu que eles seriam pokémons de evento que seriam divulgados só bem depois.

Leaks
As primeiras imagens não-oficiais desses pokémons.

Ai passou um tempo e divulgaram o Diancie, passou outro tempo e divulgaram o Hoopa. E só em 12 de Dezembro de 2015 divulgaram o Volcanion. Dois sólidos anos após o jogo ter saído, porém dois meses antes dos próximos jogos serem anunciados. E mesmo agora, o Volcanion ainda não teve nenhum evento oficial lançado, então nenhum jogador conseguiu seu Volcanion honestamente ainda. A primeira distribuição oficial de Volcanion vai ser no dia 16 de Abril.

Agora vamos lá, 16 de Abril, o hype já estará todo concentrado em Pokémon Sun & Moon, o hype de Pokémon X & Y já foi, já jogamos o jogo, e Volcanion está chegando em um timing que nem soa como se ele fosse um Pokémon de Kalos, soa muito mais como se ele viesse na nova leva.

Uma coisa que nos ajuda a vê-lo como um pokémon da nova leva, é o fato de que naturalmente vai ter um filme de pokémon para divulgar o Volcanion, e nesse filme vai mostrar como a história dele é conectada com a história de Magearna… Magearna é o primeiro pokémon divulgado da 7ª geração.

Filme

Agora vamos olhar para Volcanion. Ele é um pokémon do tipo-fogo e do tipo-água, fazendo com que sua característica maior seja sua capacidade de produzir vapor, e seu golpe central se chame Steam Eruption. Seu nome é obviamente derivado da palavra vulcão. Agora, um pokémon lendário, que é o primeiro e único a ter a combinação do tipo-fogo com o tipo-água, que gira em torno do conceito de produzir vapor, e que tem “vulcão no nome” parece um pokémon lendário típico da mitologia dessa região?

Paris
Ou será que encaixa mais nessa?

HawaiiSunset

Wow, o último lendário que só está sendo revelado agora e que tem conexão com os pokémons da nova geração tem um conceito que casa com a próxima região. Quais as chances?

Enfim, eu acho que o pessoal produzindo pokémon não é idiota. Que eles sabiam que Sun & Moon sairiam em 2016, pela comemoração de 20 anos e tal, e já deixaram tudo pronto pro jogo que ia ser um jogo comemorativo e foda, desde a geração anterior. E que não existe o menor risco de quando os caras divulgaram as informações do Zygarde, eles não soubessem que em 5 meses seria anunciado jogo novo comemorativo de 20 anos então que o Pokémon Z não ia existir. Eles sabiam, óbvio, e divulgaram mesmo assim.

Pois em Pokémon Sun & Moon eu acredito que vá ser possível visitar Kalos. Vai ser um jogo de duas regiões. E por isso após vencer a história principal e derrotar o campeão da Liga Pokémon, você poderá ir para Kalos e capturar o Zygarde.

Trem
Na cidade de Couriway, em Kalos, tem essa estação de trem que não serve pra nada, não está funcionando, mas que fica bem na fronteira de Kalos. E se nos próximos jogos a estação estiver funcionando?

Existe somente um precedente de algo parecido já ter acontecido nos jogos. E foi na segunda geração, com Pokémon Gold & Pokémon Silver. Nos jogos após terminar sua jornada no continente Johto, você pode pegar um trem e ir para Kanto e revisitar o continente. Esses jogos anos depois, ainda estão entre os mais populares jogos da franquia, justamente por essa característica, por ser o único jogo com duas regiões exploraveis, e existe a demanda para que isso seja feito de novo. Mas além da demanda existe o contexto também, de que eu acho que tem a chance de Pokémon Sun & Pokémon Moon tirarem muito de sua inspiração em Pokémon Gold & Pokémon Silver, por que eu acho isso? Ora, porque Pokémon X & Pokémon Y foi de certo modo um grande reboot da série.

MegaKantoStarter
Mega Evoluções dadas para os iniciais de Kanto, aumentando o destaque dado a esse icônico trio.

Não só por finalmente evoluir os gráficos para gráficos em 3D, o que foi a maior evolução visual feita entre jogos, o que poderia dar um ar de “daqui pra frente tudo será diferente”, mas principalmente: no jogo você ganha seu pokémon inicial de seus rivais, não de um professor pokémon, o professor, quando você o encontra, lhe dá um pokémon, mas não o seu inicial, e sim um dos inciais de Kanto: Charmander, Squirtle ou Bulbasaur. Por que? Pra que ter que escolher entre um dos iniciais de Kanto na reta inicial de um jogo? Não só isso como ao final, você vai para um caverna capturar o Mewtwo.

Mewtwo
Momento familiar?

Esse jogo conversou muito com a nostalgia dos fãs pelo primeiro jogo, e tentou dialogar com ela recriando esses momentos. Mas pra mim o que dá o maior ar de reboot de todos, é o fato de que é o primeiro jogo que se passa completamente em outro universo, com o lance das mega evoluções.

Sim, pois o Delta Episode dos jogos Pokémon Omega Ruby & Pokémon Alpha Saphire, nos revela que existem dois universos, um em que mega evolução existe e um onde esse conceito não existe. Sendo que esse conceito foi criado somente na sexta geração, acho seguro presumir que todos os jogos anteriores a Pokémon X e Pokémon Y se passam em outro universo e que os jogos futuros se passarão nesse novo universo.

DeltaEpisode
No Delta Episode, a personagem Zinnia nos fala sobre um universo paralelo onde os pokémons não mega-evoluem e sobre seu desejo de poder proteger os dois universos.

Um primeiro jogo em um novo universo, onde você tem que escolher entre Charmander, Squirtle e Bulbasaur, e capturar o Mewtwo no final? Eu não acho que seja coincidência. Eu acho que foi intencionalmente para dar um ar de recomeço. O jogo de cores dos lendários, e dos logos é justamente vermelho, azul e verde, muito fácil de lembrar de Pokémon Red, Pokémon Blue & Pokémon Green.

XYZ

E agora virá Pokémon Sun & Pokémon Moon, o sucessor desse suposto reboot. Eu vejo como uma possibilidade extremamente viável, o jogo homenagear Pokémon Gold & Pokémon Silver, nos fazendo um jogo que seja uma verdadeira sequencia do anterior e permita revisitar a região anterior.

Não dou a certeza de que é o que vai acontecer. Mas eu aposto minhas fichas nisso, faria muito sentido e seria muito foda. Além de que é um jogo comemorativo de 20 anos, algo muito épico ele tem que ter, para fazer juz a comemoração.

E pessoalmente eu acho que Kalos merece uma revisita. Não só pelas pontas soltas, mas por ser Kalos. Jogando Pokémon Y, eu realmente gostei muito da região, seus cafés, a possibilidade de dar gorgetas aos trabalhadores locais, sua preocupação com individualidade, demonstrado não só pela customização do treinador, como com diversos pokémons com mais de um visual disponível para o jogador usar um que seja próprio dele. Gosto do clima parisiense, a única coisa que a região deixou a desejar, foi ser um dos jogos com a história mais fraca (e olha que história boa em Pokémon é difícil), mas a região em si é ótima. Então eu gostaria de explorar ela em um jogo em que a história fosse boa.

Kalos
Essa região é legal. É legal pra caralho.

Só me resta torcer para não ter minhas expectativas muito frustradas pela Game Freak.

One thought on “Será que poderemos visitar Kalos em Pokémon Sun & Pokémon Moon?

  1. Sempre declaro amor a suas ideias e textos, mas desta vez, por essa agua de jesuis viu?

    Homenagem a Cell? Só pq é verde e preto? Só pq é o mesmo conceito? Soa TÃO aleatório e superficial. Cell pode ser o melhor vilão e melhor saga de DB, mas a ponto da GameFreak homenageá-lo? Pkmn pode ser a bostavilha que é (por isto que amamos não?), mas sempre teve um background fortíssimo. Se fosse mesmo baseado em Cell seria MUITO vago e simplista, sendo até preguiçoso (muito mais facil que pesquisar toda uma cultura e mitos centenários para a contextualização).

    Reboot? Se fosse reboot nao seria uma nova gen, uma continuação da anterior. A questão da similaridade com Kanto foi proposital para ser um gancho definitivo para atrair ex-jogadores que achavam a serie igual a mema merda de sempre (tem uns otarios que cairam nessa de que ta diferente, mas sabemos bem que é extamente o mesmo jogo de sempre apenas com um novo cheiro e aparencia mas mantendo o mesmo sabor).

    Eu acredito que será um continente inédito que terá influencia de Jotho cm Kalos teve de Kanto, e que talvez terá um ‘retrotinente’ que provavelmente será Kalos. Espero que seja continuação direta de XY cm GSC foi, expandindo tanto o conhecimento do continente anterior como finalizando a exploração do novo através dessa ligação que eles tem (me baseando na historia de XY). Dessa vez creio que vai ter entre 80 e 100 pokes, mas nao passa disso, e com apenas 7 lendários -graza deus, tem muito lendário já (DP tinha Q-U-A-T-O-R-Z-E)-. Torço muito pra historia ser comprometida como na 5ª gen e só não peço pra ir além e ser um Dragon Quest da vida pq tbm torço pra entrada do tipo som duma vez; sério, se vier mais uma merda tipo mega evolução ou a historia de bosta de sempre provavelmente vou dropar denovo (joguei 80 horas mas nao consegui terminar XY de tão chato que é mesmo o continente contextualmente sendo bastante autentico em comparação as 4 primeias gens). E se pudesse ser mais exigente, gostaria de graficos bons de verdade (salto de DP pra BW e RB pra GS), 3D integral e MUITAS diferenças entre as versões (como na 5ª gen).

    Já sei que provavelmente vou me decepcionar, mas vou comprar e jogar as 80 horas básicas de sempre (exceção a 2ª, 3ª e 5ª gen) e vou ter o sétimo dejavu.

    Confesso que entrei em choque com o Havai-concept pois esperava um England-concept já que -na real- até agora parece mais coeso.
    Mas é bom ver um verão-concept e destoar do comum esperado.

    Hype: 6,5
    Ansiedade: 7

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s