Denise e Xaveco definitivamente precisam ter o próprio gibi.

Sabem o que é muito da hora? A Turma da Mônica. A Turma da Mônica é muito da hora! Seus personagens têm mais de 50 anos, e mesmo assim, esses personagens só crescem. Esse ano estreia uma animação estilizada deles chamada Bairro do Limoeiro, não sei se isso significa que a série animada atual que passa no Cartoon Network será ou não cancelada, mas de qualquer jeito hoje as 15h, estreia a série animada exclusiva do canal de youtube Biduzidos, focada só nos animais de estimação: Bidu, Floquinho, Mingau, Chovinista e Giselda. Além disso, nesse ano vai estrear o primeiro filme live-action da turma nos cinemas: Laços, inspirada em uma das edições do fantástico projeto Graphic MSP. O ponto é: A Turma da Mônica só cresce e evoluí desde que a conhecemos, sem nunca estagnar e ficar parada no mesmo ponto. E de uns tempos pra cá, o desejo de se reinventar, com a Turma da Mônica Jovem, e as releituras do Graphic MSP tem se mostrado um sucesso.

GraphicMSP
Quero aproveitar pra ressaltar o quanto esse projeto é foda e uma boa ideia. Esse ano enfim teremos a Graphic Novel do Cebolinha e eu estou só no hype.

Mas uma coisa que muda muito pouco já tem 30 anos é: temos 5 gibis. 4 protagonistas no limoeiro e o Chico Bento. Digo… sim, de tempos em tempos eles fazem um gibi solo de um jogador de futebol, aí o hype passa e embora eu não duvido que venda horrores, a verdade é que ninguém se importa muito com esses jogadores de futebol transformados em gibi da Mônica. Por mim correm por fora.

RonaldinhoNeymar
Que grande foda-se esses dois. Mas são atletas-celebridades então acho que faz sentido.

Em 1970, a Mônica foi a primeira personagem do Mauricio de Sousa a ganhar sua própria revistinha, na Editora Abril, e a revista segue firme e forte até hoje, sendo que hoje é pela Panini. Em 1973 o Cebolinha ganhou a sua própria revistinha, 3 anos depois. Em 1982, 9 anos depois foi a vez do Chico Bento ganhar sua própria revistinha, no mesmo ano em que o Cascão ganharia uma também. E por último a Magali ganhou sua própria revistinha em 1989, sendo a última personagem a ganhar uma revistinha e fechando o “quinteto principal”.

E aí passaram 29 anos e a mais ninguém foi dada essa honra, exceto por uns jogadores de futebol acima mencionados, e é aqui que entra meu argumento. Sobre enfim adicionar novos personagens ao panteão sagrado de donos do próprio gibi. Mas não quaisquer personagens, não é meramente um pedido de “aumente o número de gibis”, precisam ser dois personagens muito específicos: Denise e Xaveco.

E o objetivo desse post é enfatizar o quanto eu gostaria que isso acontecesse com eles. Tipo, por mais que eu genuinamente goste do Do Contra demais, mais do que de todo mundo aí, e não quero que ele tenha a própria revistinha. Pois eu acho que ele ainda não merece ela, por mais que eu goste. Então esse meu post é mais para mostrar porque Denise e Xaveco, depois de todos esses anos, definitivamente merecem o próprio gibi. Porque querer por querer eu queria que a Pati, que antagonizou o Cascão na edição Cascão Nº32 na primeira fase da Panini, tivesse virado antagonista regular de tanto que eu curti ela, mas ela nunca mais reapareceu. Mas a Pati não vai ganhar texto, pois precisa de mais do que eu querer, precisa merecer, e a Denise e o Xaveco definitivamente merecem.

Cascao32
Mas sério, se essa menina reaparecesse de vez em quando eu ia achar fenomenal. Potencial pra ser uma das melhores antagonistas do Cascão.

Eles já são respectivamente a “terceira menina” e o “terceiro menino” do Limoeiro:

Exite uma hierarquia em importância bem forte que rola no Bairro do Limoeiro. Vejam bem, o Cebolinha e a Mônica são as pessoas mais importantes do bairro. Ela é a Dona da Rua e a dona do bairro, e o Cebolinha é o presidente do Clubinho dos Meninos, que tentam tirar Mônica de seu cargo. Eles são situação e oposição respectivamente em tudo o que rola ali. E a Magali e o Cascão viverem suas próprias aventuras não tira o fato de que nada grande rola no bairro sem envolver os dois. Pois bem, isso torna a Mônica a primeira menina do Limoeiro e o Cebolinha o primeiro menino. Um degrau abaixo estão Magali e Cascão. Magali é o braço-direito da Mônica, sua dupla, sua parça. Ela estará do lado da Mônica em tudo o que for importante. E o Cascão é o braço-direito do Cebolinha. Vice-Presidente do Clube dos Meninos, Vice-Presidente de qualquer título que o Cebolinha consiga. Parceiro dos planos infalíveis. Eles são respectivamente a segunda menina do Limoeiro. E o segundo menino do Limoeiro. E esses quatro então são as quatro crianças centrais do Limoeiro, pois são as duas principais e suas respectivas duplas.

Quarteto

Essa classificação eu inventei sozinho da minha cabeça, mas faz sentido, não faz?

Pois bem, por muito tempo se rotacionou quem é que juntaria à Mônica e a Magali quando necessitassem de um trio de meninas. Já foi a Marina algumas vezes, sendo inclusive a Marina a terceira Panterela original. Já foi a Cascuda muito de vez em nunca. E já foi a Denise, meio que criada originalmente pra preencher o espaço de “precisa de uma menina a mais nessa história”, sendo notoriamente genérica e sem aparência definida nas suas primeiras aparições. Pois bem, o tempo foi passando, e a Denise foi tomando cada vez mais oficialmente o posto da Marina de terceira menina. Inclusive já tendo substituído a Marina duas vezes nas Panterelas na Turma da Mônica Jovem. A Denise foi pouco a pouco se infiltrando no núcleo central, e hoje, se Magali é o braço-direito da Mônica, então a Denise é definitivamente o braço-esquerdo. A outra amiga. Companheira de inúmeras aventuras.

aspanterelas
As Panterelas Originais.

Panterelas

Panterelas2
Anos depois Denise está tão inserida no trio que as personagens por default lembram dela como membro das Panterelas.

No geral, ver aventuras em trios de meninas se tornou muito mais comum quando a Denise entrou de vez na turma. Diversas histórias de “Mônica, Magali e Denise” começaram a surgir e superar em número as de “Mônica, Magali e Marina”. Mônica, Magali e Denise, enquanto trio fazem a oposição às Meninas do Bairro das Pitangueiras que também são um trio. Além da Denise ser membra fixa da “Noite das Garotas”, onde ela, Mônica e Magali compartilham histórias sobre a Jumenta Voadora.

jumenta

Denise já virou uma das personagens que mais contracena com a Mônica em suas histórias de capa de sua revistinha. E definitivamente é a atual terceira menina do Limoeiro. Desculpa Marina, você é legal, mas seu posto foi ursupado. Não devia ter ficado andando com o Franjinha que surgiu antes mesmo da Mônica, e o que conseguiu hoje é ser membro da Turma do Bermudão.

Bermudao
Olha isso, você era pra ser o centro dessa turma inteira, e agora anda com gente do naipe do Manezinho. Pelo menos você ainda descola aquelas histórias em que você é o cientista fodão.

Voltando ao assunto: o mesmo aconteceu com o Xaveco. O novo parceiro de aventuras do Cebolinha. Que pode não ser o melhor amigo do Cebolinha, nem seu parceiro de planos infalíveis, mas virou seu parceiro para todo o resto. Os dois são unha e carne em sua amizade. Mais que parceiro de aventuras, o Xaveco se tornou a deixa para o Cebolinha viver a maior parte de suas aventuras, levando-o a seu sítio em Sococó da Ema, ou a viagens de submarino, ou a sua casa na praia, ou pra caçar tesouros, ou pra qualquer coisa. Toda boa aventura começa com um encontro entre Cebolinha e Xaveco.

AventuraXaveco1AventuraXaveco2TapeteMagico

Diferente da Marina, nunca houve um bom candidato pra terceiro garoto, o máximo que tinha era o Franjinha ou o Do Contra, mas agora, já não existem dúvidas de que é o Xaveco.

A prova maior de que o sexteto do Limoeiro existia, é que quando Tikara e Keika foram criados (personagens que tinham a intenção de entrar na turma, mas não vingaram), Cebolinha, Cascão e Xaveco vieram dar as boas vindas ao Tikara, enquanto Magali, Mônica e Denise foram dar as boas vindas à Keika. Uma edição muito especial e comemorativa com os seis sendo os únicos integrantes da turma a comparecer.

KeikaMeetTikaraMeet

Além disso foram seis dos sete participantes do Biguibroder. Mas apesar disso, eu acho que eles não são bem um Sexteto do Limoeiro. Eu acho que é o Trio Oficial de Meninos e o Trio Oficial de Meninas, que juntos formariam um sexteto, mas eles não se juntam tanto. Único momento célebre que eu lembro dos seis juntos, foi na introdução do Tikara e Keika, novos membros da turma, e quando eles fizeram a reunião pra explicar a história do coelhinho amarelo da Mônica. Ainda sim, pra mim, seus status de terceiro membro dos dois trios centrais é mais que justificativa para eles terem a própria revista, mas longe de ser a única.

Biguibroder
Sete participantes pro Biguibróder, com o Luca sendo o sétimo.
Sexteto
Os seis em uma ocasional aventura juntos.
TurmaClassica
Xaveco e Denise discretamente entrando de penetras em uma reunião da Turma Clássica.

Eles tem um climão romântico nunca consumado.

XavecoDeniseLoveStory1

Sim, sim, sim. Não gosto de falar de shippings aqui, mas não ne dão outra opção. No Bairro do Limoeiro, existem dois tipos de casais. Os primeiros que são os dos namoradinhos da turma, que incluem Titi e Aninha, Cascão e Cascuda, Magali e Quinzinho e Franjinha e Marina. Os casais oficiais. Embora Franjinha e Marina não namorem na turma normal, eles são claramente um casal oficial.

Enfim, e existe os outros tipos de casal, aqueles que os fãs enxergam como um casal (o chamado shipping), e que as historinhas envolvem várias piscadelas pro público com esses casais, mas sem nunca fazê-los namorar, só mantendo esse climão de casal em prol dos fãs. Os membros desse segundo grupo são Mônica e Cebolinha, Magali e Cascão e Denise e Xaveco… notaram o que esses três casais têm em comum? Pois é, eu também notei.

CebolinhaMonicaCascaoMagaliXavecoDeniseLoveStory2

Enfim. Essa parte tem base principalmente no que rola nos gibis. Xaveco e Denise aparentemente exibem uma grande rivalidade entre si em relação a qual é o personagem com a maior alta, demonstrando a metalinguagem dos gibis em que os personagens têm muita ciência do que está acontecendo nos gibis atualmente.

Emerson

A Denise literalmente celebrou sua primeira republicação de melhores histórias, jogando na cara que estava feliz da dela ter vindo antes da do Xaveco.

Rivalidade1

Rivalidade2
Xaveco tentou dar o troco, mas não teve sucesso.

Mas apesar disso, existe alguma coisa. Uma historinha de capa recente girou inteira em torno da Denise com ciúmes de Bia, uma amiga que o Xaveco tem da praia onde o pai dele tem uma casa. E na paródia de Toy Story, Denise e Xaveco interpretaram Barbie e Ken, o casal mais icônico dos brinquedos. Além disso, uma pressão por um romance entre eles é um plot-point importante das histórias da Turma da Mônica Jovem, mais especificamente, das histórias da Grande Saga do Fim do Mundo, que é o momento em que Turma da Mônica Jovem e Arco Ambicioso Fenomenal se encontram em grande harmonia. Fora isso tem várias histórias em que eles se juntam em contextos em que o resto da turma faz parzinho e os fãs enxergam entre os dois uma química grande.

BarbieKenMeNotaXaveco

XavecoDeniseLoveStory3
E essa atraçãozinha rola desde quando a Denise não tinha seu visual atual estabelecido.

Não por coincidência, os dois personagens foram adotados pelo célebre roteirista Emerson Abreu, responsável por muito do que a Turma da Mônica tem de bom hoje em dia, e que já foi tema de texto do blog. E os dois personagens tiveram o nascimento de sua persona atual na exata mesma historinha. Então por mais que o romance esteja nos olhos dos fãs, eles tem uma conexão forte que une os dois eternamente, e essa conexão permite que os fãs shippem.

FedenemCheira
A historinha O Concurso das Denises mudou a vida desses dois secundários pra sempre.

Meu ponto é. Essa conexão, de parceria, com pintadas de romance, mas ao mesmo tempo sem romance, mas de uma grande conexão com a dupla, é um sintoma de personagens que ganham gibi na mesma época. E não tem nenhum outro precedente na turma, exceto por Mônica e Cebolinha, e seu eterno amor transformado em coelhadas e planos. E por Cascão e Magali, eterno o shipping favorito dos fãs, apesar dos dois personagens terem seus respectivos pares muito estabelecidos.

Carro

O que falta? Falta eles terem o gibi só deles. É isso o que falta.

Eles tem seus próprios núcleos:

XavecoTurm

Ok, nos pontos anteriores, os dois estavam em pé de igualdade, mas aqui, sou obrigado a apontar que o Xaveco tem o próprio núcleo. A Denise tem… er… algo que dá pra trabalhar com.

DeniseCarminha
Digo, é mais do que, sei lá, a Marina ou o Titi têm, mas não é muito mais.

Porque a gente se pergunta sim: “Mas se essa gente ganhasse o próprio gibi os roteiristas iam se ver obrigados a inventar uma caralhada de personagem novo só pra eles terem com quem interagir.” mas a verdade, é que mesmo sem darem o gibi próprio pra eles, muitos desses personagens já foram criados assim mesmo.

Vamos ver aqui o Xaveco primeiro. Xaveco é disparadamente o personagem fora do quarteto clássico que mais tem uma família trabalhada e estabelecida nos quadrinhos. Além de sua irmã mais velha Xabéu Lorota, que aparece em diversas histórias como babá da turma, em especial do Cebolinha e do Dudu. Ele tem seu pai, o Seu Xavier, que entrou pro trio de pais-desastrados-da-turma junto do Seu Cebola e do Seu Araújo (o que ajuda a confirmar Cebolinha-Cascão-Xaveco como um trio oficial). O Seu Xavier e a dona Xarlene se divorciaram, tornando o Xaveco a única criança do bairro a ter pais separados, e por isso o Xaveco mora com a mãe e passa os fins de semana com o pai. Além disso o Xaveco tem sua vó, a hilária Dona Xepa, e um cachorro, o Ximbuca.

xavecoefamilia
Uma família grande e completa.

Mas o mais interessante do Xaveco, é que ele também tem a própria turma. Na história “Os Novos Amigos do Cebolinha” é revelado, que apesar do Xaveco não ser muito respeitado e admirado na Turma do Limoeiro, ele tem um grupinho de amigos descolados que acham ele o máximo. Esses amigos incluem: Zé Beto e Crispiano, dois meninos cantores de sertanejo que o Xaveco conhece de seu sítio em Sococó da Ema. Tem também a Bia, que ele conhece da praia. E a Melissa uma gótica que é irmã do namorado da Xabéu. E exceto pela Melissa, os outros três já todos reapareceram em aventuras com o Xaveco e na Turma Jovem.

ZeBeto01
História em que Cebolinha tenta se enturmar com a Turma do Xaveco, e onde toda essa galera é introduzida.

ZeBeto02

ZeBeto03
Depois disso, sou da opinião de que se apareceu em três histórias de capa e na turma jovem então já é um personagem estabelecido pra caralho. Tikara e Keika não conseguirem três histórias de capa, apesar de toda a publicidade prometendo que iam entrar na turma. Agora o Mauricio está falando na Milena que ela vai entrar, e eu boto fé e acho que ela é bem-vinda, mas o lance é, se fizer uma história de estreia e depois já for pro limbo, então na minha cabeça nunca foi da turma. Se for entrar entra de verdade e aparece, sejam mais que o Zé Beto e o Crispiano.

Uma família extensa, com irmã e avó que é mais do que muito membro da turma tem, uma mascote, uma panelinha própria e cenários exclusivos de suas aventuras (sítio e praia) quer mais núcleo que isso? O próprio Cebolinha não tem mais núcleo que isso. Por isso que ele passa suas historinhas com o Xaveco, pra roubar o núcleo dele. Dona Xepa, Xabéu, Zé Beto e Crispiano tudo tem destaque na revistinha do Cebolinha, com o Xaveco fazendo o meio de campo. Quando não é o Xaveco é a Maria Cebolinha, o Cascão ou o Dudu que ele roubou do núcleo da Magali.

NucleoCebolinha
Como absolutamente tudo que existe, a pouca quantidade de personagens no núcleo do Cebolinha já foi parodiada nos gibis.

Agora a Denise… Bem, ela tem seus pais o seu Denilson e a dona Danusa, mas eles são tão invisíveis quanto os pais de outros membros da turma como sei lá, o pai do Titi ou a mãe da Maria Cascuda. O que ela tem mesmo é a sua irmã, Soninha, sua irmã imaginária que virou realidade que é também sua arqui-inimiga e que aparece de vez em quando pra tentar roubar os amigos da Denise. Mas isso não forma um núcleo. No fundo o grande núcleo da Denise é sua mais-que-estabelecida melhor amiga: a Carminha Frufru. Carminha e Denise são muito amigas, e certamente seria uma ótima escada pra Denise em histórias focadas nas duas Mas no geral eu gosto da Soninha, acho que ela entraria pro núcleo sim, espero. Sei que foi estabelecido que a Soninha só pode aparecer uma vez por ano, mas… mas mesmo assim, ela é da hora. Soninha e Carminha. Tá é ótimo pra um bom começo. O resto surge organicamente.

Soninha1Soninha3soninha4Soninha2

E não é nada que não possa ser estendido, afinal, Dudu e Mingau surgiram imediatamente após a Magali ganhar seu próprio Gibi. Na literal primeira edição.

Eles estão lutando de verdade por isso:

TurmadaMonicaExtra

De muito tempo pra cá a Turma da Mônica chegou a um ponto em que metalinguagem virou uma banalidade. Todos os personagens sabem, aparentemente o tempo inteiro que eles estão em um gibi. “quadrinhos” e “página” se tornaram as principais unidades de medida de tempo e espaço no Limoeiro. “Putz, não vejo ele tem três páginas”, é algo que você lê numa historinha normal. E a distinção entre quem tem gibi e os secundários é clara Afinal, secundário só se dana, e eles sabem disso.

SecundarioSoseDana

Apesar disso, existe um esforço baixo da maioria dos secundários de um dia perder seu status e ganhar seu próprio gibi. Claro que eles comentam isso de vez em quando, mas é bem de vez em quando. Denise e Xaveco não, eles debatem bastante essa possibilidade, pois é algo que os dois querem muito.

Eles querem seu próprio gibi por motivos diferentes. Denise é egocêntrica, arrogante e odeia ser deixada de lado, e obviamente nunca vai ficar satisfeita com o título de secundário. Ela mesma quebra a suposta hierarquia, tratando protagonistas notáveis como o Cascão como se fosse um secundário normal. Ela quer o topo, e pra isso precisa do próprio gibi.

DeniseAutografos

Já pro Xaveco é uma questão de reconhecimento. Ele é o personagem que mais se lasca por ser secundário, e o secundário menos querido de todos os tempos. E ele quer seu próprio gibi pra escapar disso, e pra poder ser visto como um igual pelo Cebolinha e pelo Cascão.

Secundario

Inclusive existe no ar o argumento de que ganhar o próprio gibi acabaria com a magia do Xaveco que é justamente a de ser um secundário pra quem ninguém liga. Mas eu sinceramente acho que não.

SecundarioImportante
Eles até fizeram uma historinha só pra explicar que esse é o motivo pro Xaveco não precisar querer a própria revistinha. Mas hey, eles fizeram também uma historinha zoando o quão genérica e não-nomeada era a família do Xaveco e aí o jogo virou, não foi mesmo?

No geral eu vejo o Xaveco que nem o Butters. O clássico exemplo do personagem de South Park loiro e sensível, bonzinho e inocente, que foi subitamente promovido a protagonista de South Park depois de algumas temporadas de abuso. Depois foi descartado pra secundário de novo, e após isso gradativamente recuperou seu posto de protagonista e “quinta criança oficial”. Porém mesmo que ele seja a quinta criança, ele nunca ganhou nenhum respeito de seus colegas, apesar de ser um dos amigos com quem eles mais andam.

Butters

Xaveco pode continuar sendo mal tratado APESAR de ter uma revista, e isso pode ser a nova etapa da metalinguagem, o fato da revista não ter lhe dado o respeito que ele achou que ganharia. E do pessoal que ganhou revista 30 anos antes não deixar ele se achar demais. Mas aí eu me estico, o importante é justamente que a impopularidade do Xaveco e seu status de secundário são em geral derivados do povo do Limoeiro. Como já estabelecido, o Xaveco tem a própria turma de fora do Limoeiro onde ele é notavelmente popular. E na trilogia de Graphic Novels de Laços, Lições e Lembranças (que é tão boa e popular que vai ser a base do filme live-action da Turma da Mônica), mostra que o Xaveco é o garoto mais popular do colégio que fica fora do bairro. Mesmo na Turma da Mônica jovem, temos esse personagem que é o Xavecão (O Xaveco do Futuro), que é um dos maiores heróis da guerra distópica que vai rolar no futuro, e um dos personagens mais populares in-universe. Esses três fatos dão uma nova piada ao Xaveco, de que aos olhos de quem não mora no Bairro do Limoeiro, ele é foda sim, e em diversos contextos ele vai vingar, mas é a Turma que não percebe. E seu próprio gibi poderia explorar muito bem isso. Ele ser adorado pelos seus próprios amigos, mas aí ele volta pro Limoeiro pro Cebolinha zoar ele.

XavecoLicoes

Afinal como já estabelecido acima, não é como se o Cascão não sofresse umas insolências de vez em quando. Então ter o próprio gibi não compra respeito não. Se comprasse ninguém ia amar a melhor-amiga-de-secundario Carminha Frufru, que é a menina mais popular do Bairro.

Enfim. Denise e Xaveco ativamente querem e se esforçam e fantasiam com o dia em que vão ter o próprio gibi a um nível que não tem igual no resto da turma. Mas isso não significa que não tenha precedentes.

A Magali fez por três meses uma ativa campanha pra ter o próprio gibi, que chegou a incluir um abaixo-assinado pras crianças enviarem pro MSP, e uma greve de fome. Claro que quando essa série de histórias que durou três meses começou os roteiristas já sabiam que ela teria seu próprio gibi, mas marca o precedente, de que o personagem que chorar o suficiente pode ter seu desejo realizado.

campanhamagali1campanhamagali2

Afinal, podem ter passado quase 30 anos, mas o mundo não esqueceu de que se o Cascão e a Magali foram promovidos então qualquer um pode.

DeniseAmbicao

Não diminuiria a importância do quarteto:

Licoes

Um problema que eu imaginei é que hoje em dia está oficializado demais um quarteto do Limoeiro pra turma aumentar assim do nada. Afinal em todo lugar que se vê, se vê essencialmente a Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali. É o motivo deles serem chamado de “A Turma Clássica” várias vezes, indo ao Cinegibi juntos, e vão ser o foco da adaptação live-action da turminha. Então dar um gibi pra Denise e pro Xaveco não vai arruinar isso? Definitivamente não.

Cinegibi

O motivo é exatamente o mesmo que impede a promoção de Cascão e Magali a protagonistas de diminuírem o poder da dupla Cebolinha e Mônica, e o poder que eles tem meramente como dupla. Assim como o Cebolinha por maior que seja, não tinha a importância da Mônica.

CebolinhaMonica2
Tem um motivo pelo qual a dupla pega a maioria das adaptações cinematográficas, com o Cascão pegando um numero consideravelmente menor de protagonismo das adaptações, e a Magali pegando uma ou outra e olhe lá.

É uma escada hierárquica muito bem definida. Tem um motivo pelo qual o logotipo do Primeiro Parque da Mônica tinha só a Mônica e o Cebolinha.

ParquedaMonica

Em todo espaço que só tiver quatro lugares, esses lugares ainda serão exclusivos do Cascão e da Magali, mas sempre que só tiver espaço pra dois, os dois são a Mônica e o Cebolinha. A supremacia do quarteto nunca será ameaçada. Não mais do que o título da Mônica de Dona da Rua. Ter o próprio Gibi não significaria tirar do Cascão e da Magali espaços que eles tiveram desde muito antes de terem seus próprios gibis. Só ver a alta participação deles na peça do Romeu e Julieta de 1979, alguns anos antes do Cascão e da Magali terem gibi.

Mas ainda sim sinto que isso é o que prevalecerá. Turma da Mônica é um quarteto, e vai ser pra sempre. E a prova disso é que o quarteto já era o quarteto desde antes da Magali ter o próprio gibi. Clássicos como a Princesa e o Robô e a Estrelinha Mágica já tinham a Magali no quarteto e a Magali não tinha gibi ainda. Então, os quatro são absolutos. Isso pode ser simultaneamente um sinal de que o acervo de gibis nunca crescerá como também um sinal de que mesmo se crescer, não corre o risco de arruinar a iconicidade dos quatro, pois os quatro eram absolutos antes dos quatro terem gibis, e serão absolutos depois que mais gibis surgirem.

PrincesaeoRobo

No geral turmas que se estabelecem e depois crescem, na ficção, nunca realmente perdem o poder dos que se estabeleceram primeiro. Por mais que a Toph tenha virado protagonista no meio da série, não tirou o espírito de trio-central de Aang, Sokka e Katara. Igualmente a ascensão em importância na trama de Neville, Luna e Ginny como membros do time-protagonista nunca ameaçou o trio Harry-Ron-Hermione de ser absoluto. É como funciona na ficção.

Mas é isso. Os dois fizeram uma longa caminhada, a caminhada do Xaveco tem mais de 50 anos, assim como a da maioria dos personagens, enquanto que a caminhada da Denise tem 30 e poucos. Mas agora eles finalmente chegaram bem em cima da linha que separa um principal de um secundário. Eles estabeleceram sua importância, transformaram as duas maiores duplas dos gibis em trios, e garantiram inúmeras participações em histórias especiais e marcantes. A única coisa que falta pra eles é o próprio gibi.

E apesar de depois da Magali ter ganhado gibi, terem passado duas décadas sem nada muito relevante acontecendo, só personagens novos. Nos últimos dez anos a MSP começou a tomar riscos interessantes pra oferecer novidade pro seu público. Nessa última década tivemos a Turma da Mônica Jovem e o Chico Bento Moço. Tivemos a coleção MSP Graphic. Tivemos os projetos de MSP por 50 artistas , MSP por +50 artistasMSP por 50 novos artistas e Ouro da Casa. Ambos projetos, permitindo inúmeras releituras dos personagens na turma em estilos bem diferentes dos gibis por diversos quadrinistas brasileiros. Temos novos projetos animados pra turma. E por fim temos um filme live-action. Então foram dez anos em que novidade atrás de novidade surgiu pra agradar aos fãs.

MSP50
projeto muito foda, by the way.

E nessa onda, porque não aproveitar, e dar aos dois maiores secundários da turma, o que eles tanto querem e merecem? Acho que o timing está bom, mas devo ser sincero, não entendo lhufas de mercado editorial, e talvez exista alguma trava logística grande que impeça a viabilidade de um novo gibi. Mas se não tiver, então me mantenho firme e forte na campanha: “Deem um gibi pra Denise e pro Xaveco!”, eles esperaram bastante tempo e eu sinto que a hora finalmente chegou.

13 thoughts on “Denise e Xaveco definitivamente precisam ter o próprio gibi.

  1. Meu argumento é apenas um disfarce para o quanto eu acho o personagem extremamente chato desde que começou essa coisa de secundário:
    A própria Denise falou ali, a estrela é a Xabeu, e até o Sr. Pai do Xaveco é mais interessante, ao contrário da Denise que encaixou bem como terceira força, eu preferia quando colocavam algum menino aleatório de terceiro menino, mas muito por achar essa coisa de lembrar o tempo todo o quanto ele é um secundário tosco, tornou o Xaveco um personagem meio incomodo e chato de ler.
    Eu gostaria muito de ver uma revista só da Denise e um pouco mais de esforço para dar personalidade a outros secundários como o Jeremias, a Cascuda, etc.

    Liked by 2 people

    1. Acho que dos atuais, o Jeremias é o que mais urgentemente precisa de uma personalidade, ele e o Manezinho são tão, mas tão neutros que chegam a ser irrelevantes na turma. Acho que focar em dar alguma personalidade mais fixa nos secundários devia ser uma prioridade atual do estúdio sim.

      Liked by 1 person

  2. Nossa, eu adoro o Xaveco!
    É o menino bonzinho amigo de todo mundo pau pra toda obra que apresenta lugares novos pra galera. Junto do DoContra e Cascão são os personagens que mais me identifico na série.
    A Denise parece uma criança gay, francamente. Gosto muito dela.
    Meu rank pessoal: cascão >>> Denise, xaveco, Magali e Chico >>> cebolinha e Monica.
    Acho que a galera que acompanha entende ambos como protagonistas sim. O problema é a falta de exposição fora dos quadrinhos.
    Meus secundarios favoritos sao Dudu, Do Contra, Louco, Chovinista, Mingau e Zé Lelé e correndo por fora vem Penha, Rosinha, Anjinho e a Tia Nena (a vó da Magali).

    Tentei ler o texto anterior mas odeio Estar Uó. Lamento. Tô feliz que não tive de esperar meses pra ler aqui algo empolgante novamente. Pode me julgar XP

    Enfim. Amo quando fala de coisas genuinamente infantis como filmes Disney ou Pokemão. Ótimo texto como sempre ^^

    PS: esperando até hoje a continuação da saga do fim mundo. Queria MUITO que o monstro de barro que o cascão fez ainda na editora globo mas acaba se jogando no mar apareça na jovem… Chorei tanto lendo aquilo quando criança :’)

    Liked by 1 person

    1. Por isso mesmo que eu tento ao máximo variar meus temas e especialmente não fazer dois temas muito parecidos consecutivos. Aí se alguém não gostar do tema de um texto, talvez curta o seguinte. 🙂

      Gostar

  3. Texto incrível como sempre! Acho muito legal explorar o Xaveco, depois de ler essa matéria comecei a pensar nele como uma espécie de Tomoko Kuroki (Watamote) que faz de tudo para ser popular, levando a várias situações cômicas. A Denise… Ah~ de longe uma das personagens que mais gosto, quebrando a “quarta parede” toda hora como se não fosse nada, a Deusa das gírias, sua revista merecia sim ser publicada e digo mais, usando um traço diferente ou algo que desse mais “cara de Denise”, moderno e estiloso. Seria um sucesso! Pensa só! kkk Parabéns Izzy! Ótimo trabalho aqui

    Liked by 1 person

  4. Faz anos que não acompanho Turma da Mônica. Vc tem como indicar arcos da versão Jovem e arcos da versão clássica? Só para matar a saudade mesmo. (Tentei ler do início Mônica Jovem, mas não pilhei)

    Surgiu na minha adolescência isso de arco nesses gibis clássicos.

    Liked by 1 person

    1. Os gibis clássicos não tem arcos não. O mais próximo que rolou disso, é uma aventura do Chico Bento dividida em três edições apelidada de “Trilogia do Barquinho”, que são as histórias “O Terror dos Rios”, “O Segredo da Lagoa” e “O Mistério do Pântano.”

      Apesar de não ter arcos, as histórias do Emerson Abreu costumam apresentar algo similar a uma continuidade, com personagens que ele introduz as vezes reaparecendo, e com conceitos que parece que ele está introduzindo só pela piada, mas que depois você nota que vieram pra ficar e se tornam recorrentes em historinhas. No geral eu recomendaria tudo do Emerson pra leitura. Infelizmente nada disso é fácil de achar pela internet. O máximo que temos é esse site: https://drive.google.com/drive/u/0/folders/0B4HsdX4QHIeld3Z2RjVWd2JQY0E

      Agora, na Turma da Mônica Jovem já é facil de recomendar. Eu recomendo de coração as edições que pertencem a chamada “Super Saga do Fim do Mundo”, onde diversos elementos da turma clássica (jumenta voadora, leleala, capitão feio, dona morte, meninas das pitangueiras, etc…) retornam com releituras sombrias e um plot que além de conectar com a turma clássica é bem legal de acompanhar. Essas edições são: Nº51, Nº52, Nº63, nº74, nº75, nº76, nº78, nº79, nº83, nº84, nº90, nº91, nº92 e nº99.

      Mas é isso. Se conseguir achar em algum lugar pra ler, recomendo também, da turma clássica, a história “Barracos entre Famílias”, e as histórias que envolvem o sítio do Xaveco, como “Um Dia no Sítio” e “O Pior Aniversário da Minha Vida”. É dificil ler Turma da Mônica online, uma pena. Na época que o site oficial colocava historinhas o tempo todo era uma época boa.

      Liked by 1 person

  5. Oi Izzy! Adorei o texto, e enquanto lia me senti um pouco angustiado por estar perdendo toda essa evolução que vem ocorrendo com a Turma da Mônica nos últimos tempos. Essas revistinhas marcaram minha infância e tenho certeza que influenciaram muito a minha forma de lidar com criatividade e humor, além de desenvolver uma ideia do que é a arte de contar uma boa história. Me lembrei de histórias ótimas que já me fizeram chorar e rir (“Cuida que o filho é teu”, “A lenda da Jumenta Voadora”, a história em que Mônica, Magali e Denise tentam salvar o Natal depois que a Leleala nocauteia o Papai Noel, a morte da Caramela, “A Estrelinha Mágica”, etc.). A primeira coisa que me veio à cabeça enquanto lia os textos é a dúvida de como você consegue acompanhar as histórias hoje em dia e saber sobre o que ainda está acontecendo. É impossível achar as histórias na internet e devo admitir (com um pouco de decepção de mim mesmo hahaha) que não tenho a mesma disposição/coragem/dinheiro para ir toda semana numa banca de revistas comprar uma revista da turminha como fazia quando era criança. Existe alguma forma de encontrar essas histórias novamente ou é impossível?
    Ah, queria aproveitar o comentário e dizer que os seus textos são EXCELENTES. Não falo isso por me incluir no nicho de fãs de todos os assuntos que você aborda, mas por que eles são capazes de criar no leitor uma nova visão sobre o universo ficcional sobre o qual você está falando. Graças aos seus textos assisti Arrested Development, Adventure Time, Zootopia, Gravity Falls,Young Justice, Avatar – The Last Airbender, etc. E ainda tenho uma lista de filmes/séries que já foram tema do blog e ainda quero conhecer. Isso sem falar na melhor compreensão que tive sobre assuntos como estúdios de cinema, contextos históricos, processo criativo e mais um monte de coisa. A qualidade dos seus textos é realmente impressionante e demonstram uma visão apurada, um talento para se expressar e, talvez mais importante que isso, uma paixão por falar sobre aquilo que você gosta. Parabéns, você faz um excelente trabalho. Queria aproveitar e sugerir alguns temas que gostaria muito de te ver falando sobre: Undertale; a história do Cartoon Network; e música pop (acho que você nunca falou sobre música no blog, e entendo que falar disso desperta um clubismo bem maior do que os de filmes e séries, mas acho que a música pop se encaixa com a proposta do blog de criticar e tentar compreender o porquê de algo ser tão relevante, ou não, no mercado cultural).
    Aproveitando que já fiz esse textão queria agradecer pela ajuda que tive do seu blog: em 2016 fiz um trabalho na faculdade com o título “A história da animação – e por que ainda assistimos desenhos?”, e foi uma das experiências mais gratificantes da minha vida acadêmica. E o seu blog foi de grande importância para a escolha do tema, além de ter servido como fonte para várias informações que mostrei na apresentação. A parte mais complicada foi encontrar seu nome completo pra poder colocá-lo nas referências hahah, tive que stalkear MUITO até achar ele.
    Enfim, acompanho o “Dentro Da Chaminé” há uns dois anos mais ou menos e gosto muito de entrar aqui e saber que toda vez que ler um texto vou ampliar a minha visão sobre assuntos que gosto bastante como ficção, criatividade e estilos narrativos. Obrigado, e um abraço!

    Liked by 1 person

    1. Então, é difícil mesmo achar turma da Mônica pra ler na internet. Eu leio muito no grupo de Facebook “Turma da Mônica Shitposting” onde as vezes pintam umas histórias completas. E é isso é as bancas mesmo. Eu lamento muito que o site oficial tenha parado de disponibilizar as histórias.

      Sobre os temas sugeridos. Tem um texto esboçado pro futuro que vai acabar por tabela contando a história de 80% do Cartoon Network. É só ter um pouco de paciência. Undertale eu nunca joguei. E sou meio leigo em relação a história da música e seus gêneros, por isso nunca abordei no blog, embora já tenha flertado com a ideia de analisar a história de algumas Operas Rock, mas nada saiu disso.

      E fico muito feliz que o blog tenha ajudado em seu trabalho. Precisava nem de stalking, se mandasse uma mensagem na página de Facebook eu te passava todos os dados necessários. Só não dou essas informações aqui nos comentários. Mas seria super de boa.

      Eu que agradeço por você acompanhar o blog esse tempo todo. Espero que goste dos textos futuros também. 🙂 Muito obrigado pelos comentários.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s