Alguns prêmios que deviam ser incluídos no Oscar:

E tivemos recentemente a 88ª Edição dos Prêmios da Academia (também conhecidos como o Oscar), a grande festa onde a grande panelinha que é Hollywood troca prêmios, elogios, piadinhas e alfinetadas. Os elogios são um puxa-saquismo maçante e as piadinhas não tem graça, então a parte mais divertida são as alfinetadas, as alfinetadas são ótimas. Porém, a parte que a mídia dá mais foco são os prêmios, então hoje nós vamos falar um pouco sobre os prêmios.

ChristiasBaleOctaviaSpencer
Sim, por que a festa toda só existe para os prêmios poderem ser dados.

Atualmente, o Oscar distribui 24 prêmios todo ano para 24 profissionais da indústria cinematográfica que se destacaram no ano em questão. Além dos 24 prêmios tradicionais, temos ocasionais prêmios honorários, que variam de ano para ano. Esses 24 prêmios nem sempre foram os mesmos, muitos prêmios foram adicionados em 88 anos de história da cerimônia e muitos foram retirados, ou seja, o critério que definia quais eram as categorias que definiam quais profissionais da indústria do cinema ganhariam prêmios anualmente e quais não ganhariam, nem sempre foi o mesmo, ele foi alterado várias vezes até chegar nas 24 categorias que temos hoje, e provavelmente vai mudar mais ao longo dos anos, principalmente porque o cinema evolui, e com o tempo nossos padrões para julgar os filmes evoluem junto.

LewisMilestone
Lewis Milestone recebendo um Oscar pela categoria de “Melhor Diretor de Comédia” que existiu só por um ano(1928) e então deixou de existir.

Na minha modesta opinião, já existem categorias que poderiam perfeitamente existir e ser premiadas anualmente pela academia. E é sobre isso o texto de hoje, expondo quais são as mudanças que deveriam ser feitas nas 24 categorias da premiação do Oscar. Isso tudo na minha opinião, é claro. Para trazer a tona tanto profissionais quanto características de filmes que eu acho que poderiam ter mais destaque do que têm ou do que merecem.

Melhor Atuação Protagonista e Melhor Atuação Coadjuvante:

Atores

A primeira mudança não seria uma adição de uma categoria, e sim uma junção entre duas categorias. Em resumo, eliminar a divisão de atuação por gênero, que dá um prêmio para os melhores atores e outro para as melhores atrizes. Não vejo a menor necessidade de dividir atuação por gênero, visto que homens e mulheres são idênticos na arte de atuar, e não fazem realmente um trabalho diferente só por terem sexos diferentes.

A divisão entre ator e atriz é uma divisão datada que remete à velha Hollywood na verdade. Nos tempos antigos, era de praxe que a grande maioria dos filmes, tinha um mocinho, uma mocinha e um vilão. Nunca foi uma regra, mas era mais comum do que hoje. Era uma tendência gigante no mercado de cinema que tornava muito obvio que todo filme grande ia ter um ator central e uma atriz central. Por isso fazia sentido dar um prêmio para melhor mocinho e outro para a melhor mocinha.

Casablanca
Ah, a velha Hollywood, muita coisa boa era feita nesse tempo.

Essa fórmula é forte ainda hoje, mas diminuiu muito com o passar dos anos. Ainda temos grandes filmes ambiciosos com mocinhos e mocinhas, e eles ainda vão pro Oscar, não só vão como muitos são Oscar-Bait, mas para mim não é mais uma classificação onipresente de maneira que justifique a existência de categorias separadas. A menos é claro que resolvam incluir a categoria de “Melhor ator em papel antagonista.”, mas eu acho que isso seria estúpido.

Titanic

Mas hoje em dia,  existem também diversos filmes Oscar-Bait que não se enquadram na fórmula herói e mocinha, ao contrário do que algumas indicações do Oscar te façam acreditar. Muitos filmes em que não existe uma mocinha, mas a garota mais próxima disso no filme, que não fez nada demais no filme, é indicada ao Oscar meio que pelo default, e isso é tosco.

83rdAcademyAwarsSupportingActress
O prêmio de atriz coadjuvante da 83ª edição foi particularmente tosca. A Helena Bohan Carter fez uma atuação perfeitamente normal e indigna de nota, mas foi indicada, pois era o mais próximo que The King’s Speech tinha de uma mocinha, e o filme era o grande filme do Oscar, então, sabem como é. Outra indicação bem idiota foi a de Hailee Steinfield como atriz coadjuvante quando ela era visivelmente a protagonista central de seu filme, só por ser uma criança.

 

Mais do que isso, não vejo motivo pelo qual os atores só possam competir por glória com os atores de mesmo gênero. Eu gostaria de ver uma cerimônia onde por exemplo, Sean Penn e Cate Blanchet pudessem competir a respeito de quem foi o melhor ator naquele ano, eles são profissionais na exata mesma área, então eles deviam ter o direito de disputar na exata mesma categoria.

85th Annual Academy Awards - Press Room
Falando em termos de competição mesmo, eu gostaria de ver uma cerimônia em que gigantes como Day-Lewis e Meryl Streep pudessem competir um contra o outro pela estatueta, não sei vocês, mas eu acharia bem foda.

Essa junção das categorias só tem um ponto contra, que é um ponto bem forte: Hollywood é sexista pra cacete, e juntar as duas categorias diminuiria em muito o número de Oscares vencidos por mulheres, ou mesmo de indicações que mulheres receberiam, mas talvez essa diminuição fosse necessária justamente para enfatizar que Hollywood ainda é sexista pra cacete, pois se elas dependerem de um prêmio isolado para serem premiadas, é indício de que existe algo errado na Academia, e pode ser a deixa para chamar a atenção disso. Direção não é separado por gênero e já fizeram críticas quanto ao número baixíssimo de diretoras que foram indicadas ao Oscar.

KathrynBigelow
Uma imagem de todas as mulheres que ganharam o Oscar de melhor direção desde 1928.

Atores a atrizes fazem o mesmo trabalho e deviam ser julgados pela mesma categoria, usando os mesmos parâmetros, como se eles tivessem de igual para igual, sem dividir entre o clube do Bolinha e o da Luluzinha, mas isso só funcionária, infelizmente, se a academia não precisasse da separação para conseguir premiar mulheres. Aí nesse cenário utópico teriamos o prêmio pelos atores protagonistas e pelos atores coadjuvantes.

E já que estamos falando de prêmios para atuação…

Melhor Atuação Não-Presencial:

AndySerkisGollum

De tempos em tempos surge um filme foda, com uma atuação foda, e que faz muitas pessoas perguntarem: “mas esse ator não podia ser indicado ao Oscar? E eles descobrem que não, ele não poderia, por um motivo. O ator não aparece no filme.

A Academia é bem clara quanto a essa regra. Dubladores, atores que fizeram captura de movimentos e atores fazendo vozes de marionetes e etc não são considerados atores na hora de serem premiados, pois os juizes não são capazes de identificar onde o mérito está no talento do ator e onde o mérito está nas mãos de outros profissionais, e por isso eles não podem concorrer a um Prêmio da Academia por esse tipo de filme.

AndySerkis

ScarlettJohanssonHerPerformance
Porém cobranças para as indicações é o que não falta.

Ok, muito justo, então eu devolvo com uma pergunta: já que eles não podem concorrer com os atores que de fato aparecem no filme, por que não dão uma categoria só para eles? Não é como se eles não fossem profissionais do cinema, porém não existe nenhuma categoria no Oscar que premie o trabalho deles.

Bear
Fizeram mil piadinhas sobre o Urso ganhar o Oscar por The Revenant ao invés do DiCaprio, se essa categoria existisse, algum reconhecimento o Urso poderia ter recebido.

Seja um trabalho como o que Scarlett Johanson fez em Her, ou qualquer dublagem em um filme de animação, ou atuações como a que o Andy Serkins faz em todos os filmes que ele atua, são todos exemplos de atuação que simplesmente não tem espaço nenhum em premiações, e com a evolução do cinema, e o aumento de filmes usando a técnica da captura por movimentos, eles deviam ter. São profissionais do cinema que todo ano fazem filmes e se um dia um deles fizer a performance da vida deles, eles sequer poderiam ser indicados, pois uma tecnicalidade impede que a profissão deles seja premiada pela Academia.

RobinWillians
Uma das performances mais fantásticas que Robin Willians deu na vida foi como um dublador, e ainda sim foi do caralho, de tirar o chapéu.

As vezes eu sinto que nós dependemos demais de ficar vendo os rostos do atores. Sabe o Spider-Man 3, uma das coisas que mais me incomodou no filme (mais que o Peter Parker emo dançando) foi o Venom constantemente ficar mostrando o rosto do Eddie Brock, como se estivessem querendo provar o tempo todo que era o Topher Grace ali, para ninguém esquecer.

Venom
Venom, pra que você tá mostrando a cara, meu filho?

Essa categoria também ajudaria a valorizar animações, aumentando o número de prêmios aos quais filmes de animação possam ser indicados, uma vez que filmes animados são bem menosprezados no Oscar, raramente sendo indicados a algum prêmio de verdade. Também ajudaria a valorizar atores como Andy Serkins que é um cara muito foda, e a valorizar filmes de fantasia e ficção científica em geral que são gêneros que de vez em quando aparecem no Oscar, mas sempre parece que é uma grande exceção colocar esses filmes do lado dos Oscar-Baits, essa categoria poderia valorizar filmes nesse estilo.

Mas o principal ponto é que em 2016, já passou da hora de considerarmos atuação por captura de movimentos, como atuação de verdade, então se não vamos fazer essa galera competir lado a lado com os atores live-action, vamos fazer elas competirem ao menos lado a lado com elas mesmas, porque em algum momento esses profissionais da indústria precisam ser reconhecidos, não é como se não saisse filmes com eles todo ano. Idem para os dubladores que tem somente o Annie Awards para serem premiados, e ninguém dá duas fodas para o Annie Awards.

Melhor Elenco:

AmericanHustle

De vez em quando acontece de vermos um filme onde todo mundo está muito foda, e dá até gosto ver um filme tão cheio de bons atores, aí ele vai pro Oscar e naturalmente é indicado para um monte de categoria de atuação e na hora da premiação ele não ganha… NADA. E porque ele não ganhou nada? Ah, porque os outros filmes tiveram um ator destaque com uma puta performance individual que comoveu todo mundo e aí não tinha nem como premiar esse filme aí.

Birdman
Já falei no passado como o casting de Birdman é extremamente bem pensado. Não acho que o filme foi injustiçado por perder nas categorias de atuação que o filme perdeu (exceto talvez pelo Michael Keaton, e bem talvez), mas acho que essa premiação poderia destacar como todo o elenco do filme é muito bem pensado e muito bem conduzido, sem focar só nas performances individuais, nem precisa ganhar, uma mera indicação já chama a atenção para esse fato.

Acontece de vez em quando, e me chateia, ver que todos aqueles atores junto, extraindo o melhor um do outro, fazendo o filme ser um puta exemplo de boas interpretações não levar nada. Porém a culpa não é dos atores que levaram o prêmio, eles não tem culpa de estarem fodas, o problema é outro, que embora tenhamos prêmios para valorizar as performances individuais, nenhum prêmio realmente reconhece a performance coletiva feita no filme. Por mim além dos Oscares individuais de atuação, podia existir esse prêmio que fosse para valorizar o conjunto todo do filme mesmo, como o elenco tá todo muito foda.

HatefullEight
Individualmente a maioria deles não chegou nem perto de ganhar uma indicação, e nem acho isso errado, longe disso, mas caralho, como eles tiravam o melhor um do outro em cena, esses nove estavam todos monstruosos em suas interações. Os parâmetros para julgar um bom elenco e uma boa atuação são completamente diferentes.

Até porque precisa ser um diretor bem fodão para tirar performances muito boas de todo mundo. É muito visível em alguns filmes onde a mão do diretor em cima do ator é nula e você vê cada um fazendo do seu jeito, então alguns atores estão fantásticos e outros estão um lixo.

Watchmen
Um filme onde a atuação de Jeffrey Dean Morgan e Jackie Earle Haley estão as duas excelentes, mas a de Matthey Goode está tão horrível que dá aflição e a de Patrick Wilson é medíocre. Isso é um bom indício de como o Zack Snyder não tinha poder nenhum sobre as performances.

E também é visível em alguns filmes, que o diretor tem uma grande mão nas performances de todos os presentes está sendo extraído o que eles tem de melhor. É um talento que realmente faz toda a diferença em um filme, e merecia ser recompensado, até para dar mais visibilidade como um elenco foda em sintonia entre si pode melhorar em muito um filme.

RoyalTenenbaums
Você sente a mão do Wes Anderson vendo por exemplo como a performance do Ben Stiller está bem diferente do que costumam ser suas comédias mais tradicionais.

É sério isso. Os filmes têm muito mais do que o mocinho, a mocinha, um ator coadjuvante e uma atriz coadjuvantes. Um elenco compõe um número grande de atores, e atores bem secundários, desses que ninguém sequer cogita que o personagem possa ir pro Oscar, mas que dão uma valorizada foda para o filme, então porque não reconhecer o filme pela qualidade de seu casting?

DeNIro
Com um ligeiro cameo, Robert De Niro melhora exponencialmente um filme que já estava bom.

Além de que chamaria a atenção para aquele ator que está no elenco, mas não é o protagonista, nem o secundário principal, e por isso não vai ser indicado a porra nenhuma, mesmo estando muito foda no filme. Acontece muito em filmes com mais de cinco fodões no elenco.

Melhor Filme Animado de Língua Estrangeira:

LeChatDuRabbin

Ah, mas aqui Dentro da Chaminé a gente eventualmente sempre acaba falando um pouco de animação, então deixa eu dar um pitaco aqui.

A Academia demorou 19 anos para começar a premiar filmes de língua estrangeira como se eles também fossem cinema. E depois demorou outros 73 anos para criar uma categoria para os filmes de animação, e enfim dar a eles algum espaço na cerimônia. E agora tudo que eu desejo é que seja introduzido um espaço para os filmes animados feitos fora dos Estados Unidos.

Vamos falar um pouco sobre o Oscar de Melhor Filme Animado.

BestAnimatedFeature

Essa categoria foi adicionada em 2001 e foi a última categoria a ser adicionada ao Oscar. Desde então já foram entregues 15 prêmios de Melhor Animação para 15 filmes de animação. Desses quinze, 8 foram para a Pixar. Isso significa mais que a metade. Dos outros sete prêmios, 2 foram para a Disney. 2 para a Dreamworks. 1 para a Nickelodeon. 1 para a Warner Bros e 1 para os Estúdios Ghibli no Japão.

Sim, existe um monopólio da Pixar no Oscar de Melhor filme Animado. Um monopólio bem indiscreto. Acho válido notar que das sete premiações que a Pixar não ganhou, em cinco o estúdio não estava concorrendo. Ou seja, podemos presumir que sempre que a Pixar lançar um filme original eles vão ganhar o Oscar, e que Coco que nem estreou já tem uma estatuetazinha com seu nome guardado.

Coco

Ou seja, é um prêmio sem competição nenhuma. Talvez por isso mesmo seja um dos prêmios onde a indicação é o mais importante.

Pois os filmes que são indicados para Melhor Filme Animado, não são um bando de Oscar-Bait que vai ficar em destaque no cinema e em todo lugar que comercialize filmes eles terão espaço nos meses que antecedem e sucedem o Oscar. Não, com animação é diferente, os indicados costumam ser:

1-) O filme da Pixar (que vai ganhar).

2-) Os filmes da Dreamworks e da Disney, ou os grandes filmes animados comerciais do ano (esse grupo costuma ganhar duas indicações).
3-) Os filmes de animação estrangeiros, super obscuros que dependem dessa indicação para conseguir alguma distribuição fora de seu país de origem. Se tiver muito filme da categoria 2 indicados, então nenhum da categoria 3 ganha indicação, mas se tiverem poucos da categoria 2 indicados, então muitos da categoria 3 conseguem a indicação.

E é aí que eu quero chegar. Um animador francês rala o próprio cu para fazer um puta filme animado foda, ele consegue, o filme fica foda, mas nunca sai da frança e não consegue boa distribuição no exterior. E isso acontece todo ano, mas hey, uma vez ele faz um filme que consegue uma indicação ao Oscar e fica todo orgulhoso, mas hey, esse ano a Pixar fez filme, então ele não tem a mínima chance de ganhar o prêmio.

Historiadeamorefuria
Belíssimo filme nacional de animação, que é bem pouco conhecido tanto lá fora quanto aqui dentro. Uma indicação ao Oscar melhoraria muito a situação.

Esses filmes europeus como The Secret of Kells ou Ernerst and Celestine ou mesmo O Menino e o Mundo dependem dessas indicações para poder ter distribuição internacional, e o alto monopólio dos grandes estúdios na categoria, além da impossibilidade de qualquer vitória, atrapalham a luta desses filmes por visibilidade mínima.

SecretofKells
The Secret of Kells é uma das animações visualmente mais bonitas que eu já vi na vida, e eu nunca teria ouvido falar no filme se não fosse a indicação ao Oscar.

Então na moral, já que é completamente injusto colocar O Menino e o Mundo para competir com Inside Out, criem ao menos uma categoria para termos garantias que todo ano, filmes como Menino e o Mundo possam ser indicados e ganhar sua publicidade mínima e não fiquem presos só no circuito do Anima Mundi, pois se é um ano onde a Pixar, a Disney e a Dreamworks fizeram filmes bons e a Warner fez qualquer coisinha, aí já era, nenhum filme francês será indicado.

O grande contra, é que exceto pela minha pessoa ninguém ligaria para quem ganharia o Oscar de Melhor Filme Animado de Lingua Estrangeira, mas acho que ninguém liga para quem ganha Melhor Filme Documentário de Curta-Metragem, então existe o precedente.

Melhor Trabalho com Dublês:

MadMax

Ok, essa tem mais contras que prós. Ninguém liga pra dublês, ninguém conhece os dublês, e ninguém quer saber dos dublês, o próprio trabalho deles é tentar fazer ninguém perceber que eles estão lá e estão trabalhando. Eu mesmo sou bem leigo, tudo o que eu sei sobre o trabalho de dublês em Hollywood eu aprendi no filme do Death Proof do Tarantino e tudo que não está lá eu não sei. Tendo isso em vista, por que deveríamos premiar esses caras para quem ninguém liga?

ZoaBell
E por consequência, a única dublê que eu conheço é a Zoë Bell.

Ora, por que se tem um profissional que arrisca a vida para fazer seus filmes são esses caras. O que essa galera apanha e se fode para garantir que o seu filme está divertido. Na hora de premiarmos atuação adoramos premiar atores que se arriscaram e se foderam pelos seus papéis, que passaram frio de verdade e apanharam de verdade e emagreceram de verdade. Mas os dublês? Eles fazem isso todo trabalho, e diferente dos atores, onde fazer isso é tratado como “wow, mas que esforço tremendo esse cara fez pelo filme, é até sacanagem não dar um Oscar para esse ator fantástico”, com os dublês é literalmente “não mais que a obrigação”. Pois ninguém liga pros dublês.

Eu admito, eu também não ligo pros dublês, mas acho que é uma profissão onde a galera se fode tanto, que eu acho que é meio que justo deixar que uma noite por ano eles possam se vestir bem, ganhar uma estatueta e ver o pessoal que fica rico com os filmes que eles fazem valorizarem minimamente o fato de que sem eles não teria filme.

BenHur
Ou alguém acha que dá para levar 11 Oscares pra casa sem o trabalho de muitos dublês?

Nunca vai acontecer, mas sério, é o mínimo, deixar esses caras receberem um aplauso por ter se jogado de uma moto em movimento pro filme ficar bom. Literalmente o mínimo.

Categorias que agregariam mais valor a indústria. Eu duvido que muitos deles sequer sejam cogitados como adições ao Oscar, pois o Oscar é uma panelinha, e pretende continuar sendo uma panelinha. É um bando de milionário dando prêmios entre si pois são todos amigos, e o conceito de “espaço para premiar os profissionais da indústria do cinema que se destacaram no ano” é um discurso só. Mas poderia ser mais posto em prática, a noite poderia destacar ainda mais profissionais do cinema e ajudar a dar destaque em aspectos importantes de filmes.

Seria realmente bom, para a indústria, para os filmes, para os profissionais e para o público. Todo mundo ganharia.

7 thoughts on “Alguns prêmios que deviam ser incluídos no Oscar:

  1. Não concordo muito com a junção da categoria de gênero, mas tbm não argumentaria que é uma espécie de cota ( pq imagina Melhor ator Negro/Indigina/ trans, estupido.), Dublês legal, Atuação não presencial essencial!!! Mas Animação estrangeira é desesperadoramente necessário, é triste ver kaguya e Song of the Sea perderem pra Big hero, o q seria do The Illusionist sem sua indicação em 2010 e As bicicletas de Belleville…. Se fosse uma separada mesmo q com 3 indicados, poderíamos ter uma estatueta pelo Menino e o mundo… E a nossa pequena industria animadora desse um salto para o reconhecimento…..

    Liked by 1 person

  2. Melhor elenco seria muito interessante. Sempre me perguntei porque caralhos o prêmio somente para melhor ator principal e melhor ator coadjuvante. Pior é quando o ator, dito coadjuvante, é claramente o personagem principal do filme.

    Melhor filme de animação estrangeiro seria excelente também, um espaço para mostrar grandes trabalhos que nunca conseguem maior notoriedade. Melhor ainda se houvessem prêmios técnicos relativos a animação, mas aí já seria sonhar demais. Talvez pelo menos melhor direção de filme de animação? Já aumentaria o destaque das animações no oscar.

    Melhor atuação não presencial seria uma grande aquisição no sentido de premiação da arte, principalmente quando ela é contemplada de uma forma não tão visual, mas sentida por outros meios, tal como nas dublagens.

    Ótimo texto!

    Liked by 1 person

  3. Gostaria de complementar em um ponto a categoria de atuação não-presencial: você deu o excelente exemplo do Robin Williams em Aladdin em que devem quase sentir ele naquela animação dinâmica e engraçada, mas na verdade o Gênio é 50% Robin Williams e 50% Eric Goldberg, meu animador preferido e criador do design e da animação do Gênio. Se derem uma olhada em outros trabalhos dele, como o segmento Rhapsody in Blue de Fantasia 2000, vão ver o Gênio tem tantas características dele quanto do Robin Williams. Mas meu objetivo não é dizer que o prêmio devia ir pro Goldberg, ao invés de ir pro Williams (sou estudante de animação e parece que estou tentando defender meu meio), pois como já disse o trabalho dos dois se completou pra fazer do personagem tão único, e o animador não deixa de ser um ator não-convencional, então minha proposta seria indicar o personagem e premiar mais de um profissional por dar vida a ele. No caso de animações 3D, isso provavelmente seria uma bagunça, pois quem faz o design, quem faz o modelo e quem faz a animação não são necessariamente a mesma pessoa, mas poderia ser simplificado se colocassem o nome do personagem que eles se uniram pra criar acima dos outros.

    Liked by 1 person

    1. O gênio foi um caso muito certo. O Robin Williams e o Eric Goldberg estavam em uma sincronia invejável. O Williams improvisava metade de suas piadas e o Goldberg sabia como tirar o máximo de cada improviso na hora de animar.

      Não havia pensado nesse lance de premiar o personagem. Mas você tem certa razão. Até porque como eu escrevi, parte da resistência da Academia é justamente ter dificuldade en diferenciar onde termina o mérito do ator e começa o do animador e dessa maneira poderiam juntar ambos

      Liked by 1 person

  4. Olá….achei muito interessante o seu post… eu gostaria de contribuir….acho que deveriam criar um Oscar para Melhor Coreografia… o trabalho dos coreógrafos em musicais e filmes onde tem dança é muito legal, alguns entraram para a história do cinema (como os filmes de Fred Astaire, Flashdance, Chicago, Cisne Negro e outros tantos). Vc não acha?

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s