DC Comics – Forever Evil: O que é o mal, exatamente?

Quero começar esse post confessando pelos meus pecados, pois eu pequei, meu Senhor. Eu devo confessar a você, meu leitor, que eu cometi o pecado de preferir a DC à Marvel.

… nossa, me sinto mais leve agora que admiti ao mundo.

DeathstrokeDeadpool

Pois é. Eu desde criança prefiro a DC à Marvel. Preferência que não é pautada em nada que eu tenha contra a Marvel e sim por um imenso carinho que tenho a DC. E é uma preferência difícil de se conviver em uma atualidade em que a Marvel lança uma caralhada de filmes que formam a franquia de maior bilheteria conjunta da história do cinema, enquanto todo filme da DC que anunciam eu fico com medo de como o filme será ruim.

Sério, eu não confio no Zack Snyder pra fazer um bom filme de super-heróis, não importa o quão bom seja o trailer.
Sério, eu não confio no Zack Snyder pra fazer um bom filme de super-heróis, não importa o quão bom seja o trailer.

Enfim, o motivo pelo qual eu prefiro a DC sempre foi muito, mas muito simples. Eu sempre gostei mais dos vilões da DC. Quer dizer, a Marvel tem ótimos vilões que eu gosto muito, como o Magneto, a Mystique, o Dr. Doom, o Wilson Fisk, e alguns outros, mas por preferência pessoal, os vilões da DC sempre me cativaram bem mais. Desde vilões com uma relação com o herói extremamente elaborada e complexa, onde existem várias camadas de sentimentos contraditórios por trás do ódio mútuo, como é o caso de Lex Luthor, Joker, Sinestro ou Rha’s Al Ghul, até as personificações da maldade em seu estado mais simples como Deathstroke, Vandal Savage ou Brain. Dos vilões que não entendem que são os vilões, como Os Guardiões do Universo, aos que foram tragicamente condenados a vilania, como Mr. Freeze. Mesmo quando a DC se rebootou nos New 52, ainda foram introduzidos novos vilões extremamente interessantes, como a Corte das Corujas, ou o Dollmaker.

Que grupo formidável de personagens.
Que grupo formidável de personagens.

E por falar nos New 52, em 2013, a DC finalmente se tocou de que seus vilões eram personagens que davam tanta força para as suas histórias quanto os heróis. E fez um mês só para os vilões. As revistas semanais foram substituídas por revistas nas quis o protagonismo ia para os vilões, e uma saga que conectava todo o universo DC chamado Forever Evil começou.

EvilIsRelative

O evento Forever Evil tinha como principal objetivo relativizar a vilania de muitos dos vilões da DC. Eles são mais do que meros obstáculos para os heróis terem alguém para socar toda semana, eles são humanos, cada um dos vilões desse universo tem uma vida, ideais, um código muito próprio e particular de ética e honra, eles tem objetivos e a incompatibilidade de todos esses elementos com a existência de heróis ou de leis, inclinou o alinhamento deles para o crime, e consequentemente para o mal, mas o que é exatamente esse mal? O que une todos os vilões e exclui todos os heróis? Esse o conceito que rege a história Forever Evil.

Forever Evil começa logo no fim de Trinity War, outro evento-crossover da DC. Se Forever Evil veio para dar protagonismo aos vilões, Trinity War veio logo antes para corromper seus heróis, fazendo-os lutar entre si, e colocando todas as Justice Leagues (a normal, a da America e a Dark) uma contra a outra, por conta da lendária Caixa de Pandora, e de um assassinato que Superman foi manipulado a cometer. Quem manipulou Superman a cometer esse assassinato, foram as mesmas pessoas que criaram a Caixa de Pandora, que foram as mesmas pessoas que ao fim da guerra com um Superman desgastado e todos os principais heróis do planeta vulneráveis de uma guerra entre si, eliminaram os super-heróis do planeta Terra, e assumiram o controle.

Essas pessoas, a Liga da Justiça do mal.
Essas pessoas: a Justice League do mal.

Eles são o Sindicato do Crime, a contraparte da Justice League da Terra-3. A Terra-3 é literalmente o universo mais corrompido do multiverso, é a origem de toda a maldade do nosso universo e a origem da noção de mal e dos pecados capitais. Sendo que naquele universo o bem é um conceito meio que surreal, a Justice League daquele universo é extremamente corrompida e maligna, e agora eles vieram para o nosso universo, tomá-lo para si.

Mas vieram por ambição? Vieram por maldade? Não, na verdade eles vieram por necessidade, pois um mal maior que eles destruiu completamente a Terra-3 e eles fugiram para o nosso universo, pois era o que dava pra fazer.

Não só estão fugindo, como estão em constante medo de estarem sendo seguidos.
Não só estão fugindo, como estão em constante medo de estarem sendo seguidos.

A história de Forever Evil começa com Lex Luthor. Um dos personagens mais interessantes do universo DC. Lex Luthor, o grande representante da raça humana. Um homem que sem aprimoramento físico nenhum, somente com seu intelecto, superou uma infância de pobreza e fez de si mesmo um dos homens mais influentes dos EUA, chegando até mesmo a ser presidente por um tempo. Ele construiu máquinas, ergueu empresas, e fez de tudo para estar no topo de todos os homens. Ele construiu a sede de sua empresa para ser o prédio mais alto da cidade, e fez sua sala na cobertura, para de sua janela, poder ver todos os habitantes da cidade abaixo dele.

Mas olhou pra cima, e viu o homem que voava.

Retirado da história "Lex Luthor - Man of Steel" que eu recomendo muito.
Retirado da história “Lex Luthor – Man of Steel” que eu recomendo muito.

Esse é Lex Luthor, um homem obcecado em destruir Superman por orgulho, por ódio de saber que existe um alien que nasceu com a capacidade de ofuscar tudo que ele conquistou e ainda conquistará. E a história abre com Luthor relembrando do passado, de uma vez que o gatinho da irmã dele ficou preso em uma árvore e ele subiu para resgatar, porém o gato ficou agitado e arranhou Luthor, e este, confuso por ter sido atacado por quem ele estava salvando se irritou e jogou o gato na água. Uma boa metáfora para como funciona a vilania e o heroísmo de Luthor.

Pois bem, durante a Trinity War, Luthor estava preso, e na transição entre os dois eventos, ele foi libertado, para descobrir que não existia mais um Superman no mundo, fato que ele fez questão de testar sacrificando alguns astronautas para verificar se Superman os salvaria. Um ato gratuito de vilania.

RecusaaSalvar

E não salvou. Agora Lex Luthor vivia em um mundo sem o Superman. Onde ele seguiu sendo o Lex Luthor de sempre, ameaçando o CEO de uma empresa e sua família de morte para garantir que conseguiria comprar a empresa dele, como se a ausência de Superman em nada mudasse sua vida. Porém durante as negociações, Luthor percebe que ele além de estar em um mundo sem o Superman, pois está em um mundo do Sindicato do Crime.

ThisisaJobForSuperman
“Isso é um trabalho para o Superman.”

E o Sindicato do Crime já chega deixando claro para todo o planeta, que veio para mudar tudo. A contraparte do Superman do Sindicato, o Ultraman, funciona como o oposto do herói, ele se fortalece com kriptonita (que ele consome inalando pelo nariz como se fosse uma droga), e se enfraquece com o sol, para isso ele move a lua assim que chega, deixando a Terra em um completo eclipse.

SoWhereTheHellIsHe
“Então onde é que ele está?”

Da mesma maneira, todos os aparelhos eletrônicos da Terra são hackeados por Grid, a contraparte do Síndicato de Cyborg, e passam a exibir somente a mensagem “The world is ours!” Com todos os heróis eliminados, eles convocam uma reunião entre todos os vilões da terra para explicar como que o mundo vai funcionar de agora em diante. Eles explicam para os vilões presentes, e para todo o mundo, por câmeras, que mataram todos os membros da Justice League (o que não é verdade, só aprisionaram), e também que conquistaram completamente seu mundo original e escolheram esse como um novo mundo para conquistar (uma meia-verdade, eles estão fugindo), mentiras para eles soarem como pessoas mais cruéis do que realmente são, o que não significa que eles não sejam cruéis, eles são definitivamente os personagens mais malignos dessa história, somente querem se pintar como ainda piores para intimidação. Eles avisam que todos os super-vilões são seus aliados e seu exército, a menos que escolham ser inimigos, e quem escolher, o Sindicato do Crime vai eliminar.

O discurso do Ultraman mostra que na Terra-3, o papel dos heróis era pregar o darwinismo social e a lei do mais forte.
O discurso do Ultraman mostra que na Terra-3, o papel dos heróis era pregar o darwinismo social e a lei do mais forte.

A cereja no bolo, é que o Sindicato também mostra que eles capturaram o Nightwing, aliado mais confiável do Batman, e expõe a identidade dele pro mundo inteiro, para mostrar que estão falando sério.

A identidade de Nightwing, é Dick Grayson, também conhecido como o primeiro Robin, e essa informação ter ficado pública não caiu bem com Tim Drake, também conhecido como o segundo Robin, e atual líder dos Teen Titans. Ele lidera os Teen Titans para um ataque contra o Sindicato do crime, sabendo que mesmo sendo fracos, eles são o último time de super-heróis ativos no mundo. Eles vão desafiar os vilões…

DickGrayson

…Para serem dizimado e presos em uma fenda temporal. É agora a terra está oficialmente sem resistência…

SindicatoTeenTitans

Exceto por Lex Luthor, que se recusa a viver sob o comando do Sindicato do Crime. Ele está no laboratório da LexCorp ativando sua arma secreta, um clone do Superman que deveria ficar pronto só daqui a 5 anos, mas dada a emergência da situação, e o fato de que o clone morreria incubado se o eclipse continuasse, Luthor achou melhor acordá-lo mesmo incompleto. Esse clone é o experimento B-0 da Lex Corp, ou o Bizarro.

JobForLexLuthor

E enquanto Lex Luthor se planejava contra o Sindicato do Crime pelas sombras ao lado de Bizarro, pela frente outro grupo de vilões se rebelavam contra a Justice League Maligna, que eram os Rogues (Galeria de Vilões, na tradução oficial), grupo de inimigos do Flash que liderados pelo Captain Cold, formaram o próprio time. Pois bem, esse time recebeu ordens do Sindicato do Crime de destruir Central City completamente para dar um exemplo as outras cidades, e eles se recusaram.

Rogues

O motivo da recusa? Central City não havia sido evacuada, e eles não iam destruir escolas e hospitais. Os Rogues são vilões, mas eles não são psicopatas, são um bando de ladrões que acharam que iam ter a vida mais fácil trabalhando juntos; mas eles têm um código de honra que dizia que eles não iam destruir um hospital não-evacuado. Especialmente porque a irmã do Captain Cold estava internada em um desses hospitais. Mas o Sindicato do Crime era o oposto, eles eram psicopatas, e a cidade ainda estar cheia era justamente o motivo pelo qual Deathstorm (versão maligna do Firestorm) fazia questão de ver a cidade destruída.

Os Rogues entram em uma luta com Deathstorm e Power Ring (versão maligna do Green Lantern), e Deathstorm reescreve o DNA do Captain Cold para este perder seus poderes de gelo, e com isso Cold foge. Mas durante a fuga, um de seus colegas lhe mostra onde achar Lex Luthor e B-0.

Admito que achei muita bullshit essa de tirar os poderes do cara. Mas fazer o que?
Admito que achei muita bullshit essa de tirar os poderes do cara. Mas fazer o que?

Lex Luthor e B-0 estavam observando Ultraman lutar com Black Adam, em uma luta em que o falso-Superman ganhou, embora não intacto, e jogou Black Adam nos mares pra morrer.

Black Adam, o arqui-inimigo de Shazam (Capitão Marvel até aspectos legais envolvendo o nome da editora concorrente obrigarem o herói a mudar de nome), é o líder tirano de uma nação chamada Kahndaq. Ele liderou a nação com tirania e crueldade, mas, ao mesmo tempo, protegeu uma nação marcada por constantes guerras e ataques, e embora parte do povo o odeie, outra parte o ama pela segurança e estabilidade que ele trouxe a nação. Um vilão complexo, que quando ele é informado de que o mundo pertence ao Sindicato do Crime, se revolta com o conceito de submeter a si mesmo e seu povo a alguém e vai peitar o Ultraman. Ele é quase morto e deixado pra morrer no mar, onde é resgatado pelo Black Manta.

"Fiz da minha missão na Terra, destruir todos que tentassem escravizá-la." palavras do super-vilão.
“Fiz da minha missão na Terra, destruir todos que tentassem escravizá-la.” palavras do super-vilão.

O Black Manta, é o arqui-inimigo do Aquaman, que teve seu pai-vilão morto pelo Aquaman e se tornou um vilão também para pedir vingança. Com a Justice League eliminada pelo Sindicado do Crime, ele ficou sem sua vingança, e com a maré alterada por Ultraman forçando um eclipse, o túmulo de seu pai acabou acidentalmente destruído. Sem sua vingança ou seu luto, Black Manta se viu sem nada a não ser rancor pelo time que lhe roubou tanto Aquaman quanto o túmulo de seu pai.

O eclipse causa mudanças nas marés que custam ao Black Manta o corpo de seu pai.
O eclipse causa mudanças nas marés que custam ao Black Manta o corpo de seu pai.

Captain Cold, movido por um código ético mais forte que outros vilões; Black Adam, movido por um senso de proteção de sua nação e do desejo de não-submissão; Lex Luthor, movido pelo desejo de não ver a humanidade subjulgada por um grupo de vilões; e Black Manta, movido pelo desejo de vingança por ter perdido tudo que o sustentava. Esses quatro se unem, e formam o time que vai derrubar o Sindicato do Crime. Todos vilões, todos cometeriam extremas atrocidades se não fosse a ausência da Justice League, mas dado o contexto eles são a esperança da humanidade.

E assim se forma a Injustice League (nome não oficial)
E assim se forma a Injustice League (nome não oficial)

Após pararem para o Captain Cold poder construir uma arma de gelo (pessoalmente adoro o conceito de que um ladrão humildão sem formação nenhuma como ele aprendeu a construir uma arma de gelo desmontando e remontando trocentas vezes), uma vez que está sem seus poderes, e Luthor aproveitar o tempo para cuidar dos ferimentos de Black Adam, eles partem para a ação e invadem as empresas Wayne, em busca de recursos que os ajudem com o ataque ao Sindicato do Crime.

Nas empresas Wayne eles encontram Batman, único sobrevivente do ataque do Sindicato do Crime (tecnicamente Cyborg também sobreviveu, mas está sem todo o seu corpo mecânico e inativo), aliado com a Catwoman, aliada de Batman que sempre caminha bem em cima da linha que separa uma heroína de uma vilã, constantemente se redimindo e voltando ao crime.

EncontrandoBatman

E as duas alianças encontram Power Ring, acompanhado de Deathstroke e outros vilões ainda aliados ao Sindicato que estão dispostos a derrotar tanto Batman quanto Luthor.

PowerRing

Batman, sendo o paranoico solitário que é, sempre guardou na sua Bat-Caverna, armas muito específicas para se um dia fosse necessário ele pudesse derrotar a Justice League. Não é muito heroico da parte dele, mas o Batman é esse tipo de cara. Então quando o Sindicato atacou e ele sobreviveu, ele percebeu que essas armas agora podem ser uteis para derrotar o Sindicato, e por isso ele usou um anel amarelo da Tropa Sinestro contra Power Ring, o que foi inútil, uma vez que Power Ring destruiu o anel, mas o uso do anel chamou um aliado poderoso para lutar com Power Ring. O próprio Sinestro, criador dos anéis amarelos.

Sinestro é o líder da Tropa Sinestro, e o arqui-inimigo do Green Lantern. No passado ele foi o tirano ditador do planeta Korugar, que jurou proteger o universo usando o medo e a força bruta como armas. Um homem frio e cruel, cujas ações são motivadas pelo desejo por ordem e paz. E agora ele veio matar a contraparte corrompida de seu rival Hal Jordam.

O anel de Power Ring desgastava seu corpo e o torturava psicologicamente. Power Ring era um vilão sem determinação nenhuma para se recusar a fazer o mal, e sobre constante pressão de seus colegas e seu anel. Para ele a morte nas mãos de Sinestro foi um alivio após uma vida sendo torturado.
O anel de Power Ring desgastava seu corpo e o torturava psicologicamente. Power Ring era um vilão sem determinação nenhuma para se recusar a fazer o mal, e sobre constante pressão de seus colegas e seu anel. Para ele a morte nas mãos de Sinestro foi um alivio após uma vida sendo torturado.

Luthor por outro lado usa o seu super-poder de ser podre de rico e compra a lealdade de Deathstroke, o maior mercenário do mundo, neutralizando sua ameaça, agora, tudo o que resta a Luthor é convencer Batman de que eles são aliados. O que ele convence com certa facilidade quando Batman percebe o quão impotente ele está diante a aliança de tantos vilões.

-Se nós estamos trabalhando juntos, então eu estou no comando. -Ei, Batman... eles estão no comando.
-Se nós estamos trabalhando juntos, então eu estou no comando.
-Ei, Batman… eles estão no comando.

Sendo o Batman o personagem hypeado que ele é, é bem interessante ver ele em um time, onde ele não é o maioral, em especial, porque Luthor não perde tempo nenhum jogando na cara dele tudo o que ele pensa dos heróis. Até mesmo a Catwoman, que é a única pessoa no time que gosta do Batman, pede para ele baixar a bola que não está em seu espaço.

"O fato, Batman, é que não existia um único caso de violência metahumana, ou extraterreste, ou extradimensional até vocês começarem a aparecer. E agora, quando precisavamos de vocês mais que nunca, sua liga foi infiltrada e manipulada para nos trazer essas cópias malignas do além. Vocês falharam em nos proteger se vocês mesmos. Tanto literalmente quanto metaforicamente."
“O fato, Batman, é que não existia um único caso de violência metahumana, ou extraterreste, ou extradimensional até vocês começarem a aparecer. E agora, quando precisavamos de vocês mais que nunca, sua liga foi infiltrada e manipulada para nos trazer essas cópias malignas do além. Vocês falharam em nos proteger se vocês mesmos. Tanto literalmente quanto metaforicamente.”

Mesmo assim, Batman convence o time de vilões que o próximo passo é o resgate de Dick Grayson, seu colega que está nas mãos do Sindicato do Crime, e Lex Luthor concorda. Eles invadem aquilo que um dia foi o satélite que a Justice League usou como base e que agora está caído na terra sendo usado pelo Sindicato do Crime, e lá eles encontram Dick Grayson em uma máquina que o Sindicato chamou de Máquina do Assassinato.

MurderMachine

Uma vez dentro do Satélite, eles se separam para pegar os membros do Sindicato do Crime individualmente, e Black Manta não perde tempo e já mata o Alfred-Corrompido que foi justamente quem abriu o portal da Terra-3 em primeiro lugar. Ao matar Alfred, Black Manta e Captain Cold notam que o Sindicato do Crime trouxe consigo um prisioneiro amarrado e amordaçado com um capuz na cara, e se questionam se esse cara é aliado ou inimigo.

Dois já foram, faltam 7.
Dois já foram, faltam 7.

Já Sinestro, Black Adam e Deathstroke são atacados por todos os membros do Sindicato simultaneamente. Com exceção de Johnny Quick (Contraparte maligna do Flash) e Atomica (Contraparte Maligna do Atom), que atacam Captain Cold e Black Manta para impedir que o prisioneiro misterioso seja libertado. E Cold acaba com o Falso-Flash destruindo completamente sua perna, afirmando que a grande diferença entre ele e o Flash, é que pelo Flash ele tem algum respeito.

Captain Cold e Flash possuem uma relação baseada em respeito mútuo, onde Cold nunca arrancaria a perna do Flash dessa maneira.
Captain Cold e Flash possuem uma relação baseada em respeito mútuo, onde Cold nunca arrancaria a perna do Flash dessa maneira.

Mas é com Luthor e Batman que a situação está mais tensa. Pois a máquina onde Dick Grayson se situa está acoplada a uma bomba que só pode ser desarmada parando o coração do rapaz. E Lex Luthor não tem dúvidas de que a coisa certa a fazer é parar o coração do ex-Robin e salvar a vida de todos, o que enfurece Batman. Eles brigam, mas eventualmente Luthor faz do jeito dele. Claro que o inimigo do Superman não deu um ponto sem nó. Ele deu uma droga que para o coração de Dick por uns instantes, para desarmar a bomba, e depois disso aplicou uma injeção de adrenalina para reviver o jovem.

Abraço

Luthor estava brincando com as expectativas de Batman, ele sabia que Batman não confiaria nele para traçar um plano que salvasse Dick e desarmasse a bomba. A própria Catwoman se questionou se Luthor não teria dado a injeção de adrenalina só depois que o Batman quase o matou por vingança. Luthor é um vilão, e um membro da Justice League sempre vai esperar o pior de um homem como ele, e Luthor sabe disso, ele sabe que não importa a boa ação que ele faça, ele vai ser visto como um escroto, mas, mesmo assim, quando foi preciso ele fez uma boa ação.

Batman admite que se enganou a respeito de Luthor e agradece a ele com um aperto de mãos, e Luthor aproveita o momento para furtar o anel de kriptonita do Batman. Sim, Lex Luthor roubou o Batman na cara dele. Essa história foi escrita por Geoff Johns, o mesmo que fez o Green Lantern dar um puta murro na cara do Batman quando ressuscitou. É bom ver na DC gente que não infla o bat-hype e permite fazer o Morcegão falhar em sua perfeição.

O Batman é legal e tudo o mais, mas ver ele ser forçado a parar de se achar é mais legal ainda.
O Batman é legal e tudo o mais, mas ver ele ser forçado a parar de se achar é mais legal ainda.

Ah sim, e nesse tempo todo da aliança entre os vilões e Batman, Cyborg se reconstruiu e se juntou a eles, trazendo consigo o cadáver de Grid (contraparte maligna do Cyborg). Com isso já são 3 membros do Sindicato mortos e um inutilizado.

Cyborg

Porém existe um problema, o prisioneiro se libertou durante toda a confusão. E o prisioneiro é justamente a contraparte maligna do Lex Luthor da Terra-3, Alexander Luthor. Que por algum motivo tem a habilidade de roubar super-poderes, o que ele prova roubando o poder de Johnny Quick (totalizando 4 mortos no Sindicato, já) e mostrando que é uma ameaça maior que todo o Sindicato do Crime.

Curioso notar que Alexander Luthor se considera um herói mesmo no contexto.
Curioso notar que Alexander Luthor se considera um herói mesmo no contexto.

O único motivo pelo qual o Sindicato trouxe ele para aquela terra com os demais, é porque Ultraman acreditava que ele poderia derrotar a ameaça que destruiu a Terra-3, caso ela surgisse novamente.

O Sindicato do Crime abandona os aliados de Lex Luthor, ignoram todo o time que se formou e se juntam para aprisionar Alexander novamente, pois ele sim é uma ameaça. Porém o Sindicato do Crime logo descobre que eles foram traídos, por Superwoman (contraparte maligna da Wonder Woman), que revela que ela está grávida de Alexander, e que está do lado dele. Superwoman captura Deathstorm e o dá para Alexander absorver seus poderes.

Superwoman trai seus aliados em prol de seu amante, e ajuda Alexander a matar Deathstorm.
Superwoman trai seus aliados em prol de seu amante, e ajuda Alexander a matar Deathstorm.

Uma nova divisão ocorre. Batman, Dick Grayson, Catwoman e Cyborg, os heróis, se encarregam de ir libertar os outros membros da Justice League que estavam aprisionados dentro da nava. Enquanto os vilões se preparam para enfrentar Alexander. Conforme Captain Cold resume a situação para Lex Luthor, este percebe que o vilão que eles vão enfrentar é uma versão corrompida de si mesmo.

Lex aprende exatamente quem é Alexander Luthor.
Lex aprende exatamente quem é Alexander Luthor.

Alexander mata B-0, o que deixa Luthor irado por ter que ver sua criação morrer em seus braços sem poder ajudar, e após umas tentativas falhas de vencer Alexander, tudo termina em uma batalha entre Luthor e Alexander. Alexander se gaba de ser mais forte e mais poderoso, sendo que sua contraparte sempre teve inveja de não ter nenhum super-poder. Mas ainda sim Lex Luthor afirma que embora seja mais fraco e menos poderoso ele é muito mais inteligente que sua contraparte da Terra 3, e tirando vantagem do fato dos dois terem a mesma voz, ele faz Alexander perder seus poderes gritando “Mazahs” (Shazam ao contrário, deixando implicito que Alexander matou a contraparte de Shazam da Terra-3 para roubar seus poderes), e derrota o vilao.

Lex Luthor tinha esfregado na cara de Batman, como a Justice League tinha falhado em deter a si mesma. E agora Lex tem sucesso em deter a si mesmo, provando que tinha moral para falar mal do Batman.
Lex Luthor tinha esfregado na cara de Batman, como a Justice League tinha falhado em deter a si mesma. E agora Lex tem sucesso em deter a si mesmo, provando que tinha moral para falar mal do Batman.

Agora só faltou derrotar o Ultraman. Espelho corrompido daquele que Lex Luthor nunca derrotou. Porém o Eclipse que dava forças a Ultraman é desfeito graças a Sinestro e Black Adam que recolocam a Lua em sua órbita natural. A luz do sol machuca Ultraman, e Luthor aproveita a deixa para falar sobre como um dia ele invejou os super-poderes, mas hoje ele considera ter essas habilidade mais uma fraqueza que uma vantagem, pois viram uma muleta. Ultraman está torturado no chão ferido pelo sol e implora para Luthor que o mate, e Luthor se recusa a poupar Ultraman da dor e o obrigando a viver com a tortura.

No

Porém a Atomica ele mata, pois com ela essa lógica não se aplica.

AtomicaMorre

Agora que Luthor e sua equipe derrotaram a grande maioria do Sindicato do Crime, Batman consegue libertar a Justice League bem a tempo deles não conseguirem fazer nada. Não só isso, como Superman ainda está envenenado do ataque que o Sindicato do Crime fez a ele quando invadiu a Terra, com uma kriptonita alojada em seu cérebro, mas Lex Luthor se oferece para ajudar e salva a vida do Superman.

LuthorSalvaSuperman
Salvando a vida do homem que ele passou anos tentando destruir.

No dia seguinte todos os heróis e autoridades do mundo tiveram que engolir um sapo enorme e admitir que foram os vilões que salvaram o planeta dessa vez. Eles fizeram uma limpeza nos registros e todas as acusações contra os envolvidos foram eliminadas. O que para Lex Luthor é bom. Mas para Sinestro e Black Adam é completamente irrelevante e eles partem gargalhando enquanto voam para longe. Black Manta desaparece também, e os únicos que são realmente afetados pelo perdão foram os ladrões Captain Cold e Catwoman.

Perdão

E Lex Luthor pode voltar pra sua vida normal. Ele preenche um gordo cheque para Deathstroke, como agradecimento pela ajuda, e conversa com o filho do CEO que ele estava ameaçando no começo da história, dizendo que ele mudou de ideia e não vai mais roubar a empresa daquela família. O garoto fica surpreso com Luthor mudando de ideia e fala que o que todo mundo dizia sobre Lex Luthor era verdade, ele era um homem bom.

GoodGuys

Lex começa a refazer Bizarro, os cientistas falam que um clone perfeito do Superman demoraria dez anos para ser feito, mas ele não quer um clone perfeito do Superman, ele quer o Bizarro de volta, então ele esperará somente cinco anos para refazer seu clone.

RefazendoBizarro

E essa foi Forever Evil.

Ao final, Luthor se tornou um homem bom? Ele certamente se tornou um homem melhor do que ele era, revendo algumas escrotidões que ele fazia. Mas ele ainda roubou o anel do Batman, e desmascarou que ele é Bruce Wayne, futuramente ele usará essa informação para chantagear Batman. Mas Luthor foi visto como um herói, e ele gostou disso e vai querer manter isso. No fundo sempre houve algo de heroico em Luthor, só esperando a chance de surgir. É a mesma coisa do caso do gatinho que ele nos conta no começo da história. Seu primeiro instinto foi salvar o gatinho, mas ao não ver gratidão no gatinho e ser arranhado por ele, ele ficou puto e o jogou no rio. Luthor não gosta de ser visto como menos que um herói, e quando ele é julgado por ser um cara mau, sua tendência é se portar exatamente como esperam que ele se porte. Mas agora que ele consegui ser visto como herói, tudo mudou.

Deathstroke aponta bem a mentalidade egocentrica de Luthor. Que gastou bilhões em uma armadura, mas não incluiu um capacete, pois ele não quer nem pensar na ideia de que as pessoas não saibam que é ele quem está vestindo.
Deathstroke aponta bem a mentalidade egocentrica de Luthor. Que gastou bilhões em uma armadura, mas não incluiu um capacete, pois ele não quer nem pensar na ideia de que as pessoas não saibam que é ele quem está vestindo.

Os vilões que combateram o Sindicato do Crime não eram 100% maldade, eram personagens complexos, com motivações fortes tanto para desejar salvar a Terra do Sindicato do Crime, quanto para terem virado vilões em primeiro lugar, e os quadrinhos exploram muito essa humanização, os colocando em contraste com os reais monstros.

E quanto aos reais monstros? O Sindicato do Crime? Como uma história que relativiza a vilania de seus personagens trabalhou eles? Eles também tinham suas particularidades. Todos eram versões corrompidas e malignas de personagens que já conhecemos, mas também tinham alguma construção. Grid, o robô, constantemente lamentava o desejo de possuir algum sentimento, o que ele só conseguiu em sua morte. Ele se juntou ao Sindicato em busca de no domínio da Terra, achar algo que lhe fizesse sentir algo. Power Ring, era covarde e tinha seu corpo desgastado fisicamente pelo anel, e era obrigado a usá-lo por pressão dos outros membros do Sindicato. Ultraman mentiu que fez atrocidades muito maiores do que fez, e estava constantemente preocupado em não ter a Terra destruída pelo mesmo monstro que destruiu seu mundo. Owlman, a contraparte maligna do Batman, passa boa parte da história tentando convencer Dick Grayson a se tornar seu aliado para compensar o fato de que ele viu o Dick Grayson da Terra-3 morrer. Alexander tinha como objetivo destruir o Sindicato do Crime, e embora seja apresentado como um vilão, não é difícil imaginar um passado heroico para o personagem, corrompido pelo poder ao começar a roubar muitos poderes. Mesmo Johnny Quick e Atomica, que eram disparados os mais psicopatas e sádicos do grupo, eram apaixonados um pelo outro, e tentavam proteger um ao outro o máximo possível. Nenhum desses personagens foi criado para ser um vilão genérico, eles tiveram uma boa construção, e as motivações para a maldade era diferente pois eram pessoas diferentes.

Cada membro do Sindicato tinha uma motivação por trás de suas ações, nenhum era um vilão genérico.
Cada membro do Sindicato tinha uma motivação por trás de suas ações, e uma construção de personagem.

Então seria a maldade do Universo DC relativa? Seria Lex Luthor um vilão se posto em contraste com o escoteiro que é o Superman, mas um herói se posto em contraste com o monstro que é o Ultraman? Será que na ausência de heróis, os vilões se tornarão os heróis, pois os vilões também têm interesse na proteção do mundo?

O que a minissérie fez de mais interessante, não foi só questionar onde está a linha que separa o herói do vilão, nem fazer os vilões salvarem o mundo, mas estabelecerem como os vilões conseguem sustentar sozinhos uma história inteira, eles não existem em função dos heróis, para ter uma eterna luta com os heróis, e para serem personagens que personificam um conflito e geram assim algo que movimente a trama. Eles existem como personagens amplos e versáteis, estabelecidos o suficiente para na ausência dos heróis eles serem um grupo versátil, combinando muitas personalidades diferentes, muitas dinâmicas diferentes, e mostrando o quanto a existência deles está estabelecida naquele universo.

Vilões

Ok, o Black Manta meio que vivia só em função de sua luta com o herói, mas a série explora e desconstrói isso. No comecinho da série oferecem para ele entrar no Esquadrão Suicida, e ele se recusa, dizendo que não tem interesse em nada que não seja matar o Aquaman, e após o fim da série, ele comete um crime super aleatório só para ir preso e poder entrar no Esquadrão Suicida, sabendo que ele precisa arranjar mais o que fazer com a própria vida.

Manta

Vidas: todos eles têm vidas, objetivos, história, passado e um futuro pela frente, e por diversos fatores, eles foram classificados como vilões, cada um por um motivo diferente, cada um tipo de vilão diferente.

O mais interessante de mostrar o quão vaga e complexa é essa linha que separa o vilão de herói, é que o gatilho que começou toda essa cadeia de eventos, foi justamente o mais heroico de todos os heróis matando um cara. Funciona para os dois lados.

SupermanMata

3 thoughts on “DC Comics – Forever Evil: O que é o mal, exatamente?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s