TagNickelodeon

Frederator Studios: Como abrir espaço pra criatividade no mercado de animação?

Esse texto é uma combinação de várias coisas que eu gosto muito de falar sobre. É sobre história da animação. É sobre a eterna luta entre criação artística e comércio na área do entretenimento (em especial no entretenimento voltado para crianças, onde eu acho que o poder do comércio é potencialmente mais perigoso). E é sobre pessoas que tem sido forças ativas na sua infância, mas, mesmo assim...

Uma resumida história dos personagens LGBTs em desenhos animados infantis.

Sabem, os desenhos animados americanos são uma mídia que busca constante inovação e raramente, exceto em casos onde a Hannah-Barbera – hoje extinta – se envolveu, buscou pela estagnação. Pelo contrário, os desenhos animados estão fazendo inovações significativas o tempo todo. Se nas décadas de 1950 e 1960 se firmaram as trucagens para minimizar o orçamento e a transição dos desenhos animados para...

Hey Arnold! The Jungle Movie: Depois de 11 anos, um grande erro foi desfeito.

Quem aí se lembra de Hey Arnold!? Série animada da Nickelodeon protagonizada por uma criança de nove anos com a cabeça em formato de bola de futebol americano, um chapéu pequenininho em cima, o quarto mais descolado de um protagonistas dos anos 90, uma camiseta longa fingindo ser um kilt e um idealismo imenso. Hey Arnold! Foi o sexto Nicktoon, e na minha opinião um dos mais maduros e inteligentes...

Sobre o autor

Izzombie

Sou um cara chato que não consegue ver um filme sossegado sem querer interpretar tudo e ficar encontrando simbolismos e mensagens. Gosto de questionar a suposta linha que separa arte de filmes comerciais, e no meu tempo livre pesquiso sobre a história da animação.

Alertas

  • – Todos os posts desse blog contém SPOILERS de seus respectivos assuntos, sem exceção. Leia com medo de perder toda a experiência.
  • – Todos os textos desse blog contém palavras de baixo calão, independente da obra analisada ser ou não ao público infantil. Mesmo ao analisar uma obra pra crianças a analise ainda é destinada para adultos e pode tocar e temas como sexo e violência.

Artigos recentes

Categorias

Parceiros

Blog Mil

Paideia Pop

Gizcast

Arquivo